Razer Raiju Tournment Edition

Review: Razer Raiju Tournament Edition

por • 1 Novembro, 2018 • Estrelas TRENDY ⭐️, High-Tech📱Comentários fechados em Review: Razer Raiju Tournament Edition340

Jogar com o Raiju Tournament Edition numa PS4 é ter uma vantagem-extra, sobretudo em jogos onde se quer muita precisão.

A primeira coisa que tem de ficar clara é que os comandos originais da PS4, os DualShock, tem uma ergonomia excelente e controlos bastante precisos: não é à toa que várias marcas copiam o modelo (e o formato) destes periféricos da Sony, sobretudo para Windows.

Contudo, isto não significa que outras marcas não possam melhorar a forma como interagimos com os jogos da PlayStation, ou que a Sony seja detentora da receita milagrosa da ergonomia e das funcionalidades de um comando. E a prova vem sob forma de um verdadeiro “tanque” do gaming: o Raiju Tournament Edition da Razer.

O que a marca consegue fazer com este edição do Raiju (também o tinha feito com a versão Ultimate, com iluminação RGB) é subir o nível em termos de controlos para a PS4, pelo menos em relação aos DualShock.

É certo que os originais da Sony são competentes (chegam perfeitamente para o jogador casual), mas ter um Raiju nas mãos é estar noutro patamar de gaming. O comando é pesado, tem um ar robusto e sente-se perfeitamente que aqui está um periférico que nos vai dar uma vantagem em vários jogos, sobretudo em FPS, onde a precisão é o mais importante de tudo.

E onde isso se vê com mais ênfase é na disposição do joystick da esquerda, colocado de forma conveniente no local onde, nos comandos originais da PS4 estão as setas direccionais; aqui, estes botões estão mais abaixo, ao nível do joystick da direita.

O botão PS, o trackpad, e os botões ‘Share’ e ‘Options’ estão onde seriam de esperar, assim como os quatro clássicos de acção: ‘Círculo’, ‘Triângulo’, ‘Quadrado’ e ‘X’. Contudo, no Raiju, o toque é totalmente diferente, devido à tecnologia Mecha-Tactile, que faz parecer que estamos a usar um teclado de gaming.

Os quatro gatilhos também estão no sítio certo, mas é aqui que o Raiju se começa a tornar interessante. Há mais um quarteto deste tipo de botões à frente e mais dois por baixo, para que todos os dedos possam entrar ao serviço do jogo e, assim, tornar o utilizador mais expedito num jogo de combate ou futebol, por exemplo.

Apesar de não podermos atribuir combinações de botões a estes gatilhos-extra (a grande falha deste comando, sublinha-se), há uma app para smartphones que os permite remapear para os controlos tradicionais (‘Círculo’, ‘Quadrado’ ‘R2’, ‘L1’…): basta emperalhar o comando por Bluetooth através do botão azul que estão por debaixo do ‘PS’.

Jogar com o Raiju Tournament Edition numa PS4 é ter uma vantagem-extra em alguns títulos, sobretudo os que exigem precisão de movimentos e toques muito rápidos no momento certo.

Ao pé deste comando da Razer, os DualShock parecem comandos de brincar, uma sensação que está bem reflectida na diferença de preços (e qualidade) de ambos.
razer.com | €149,99

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish