Em 2022, as músicas, textos literários, fotografias, filmes, ilustrações e videojogos que ganharem os Prémios Novos Talentos Fnac vão ter uma versão non-fungible token.

Chama-se Raiz, nasceu em Agosto de 2021 e tem como objectivo democratizar a criação e o acesso a hortas urbanas e verticais, em espaços inutilizados.

A marca portuguesa de jóias Wonther vai deixar de comunicar com a hashtag #wontherwomen. A ideia é tornar-se mais inclusiva, sem associação a géneros.

A ideia surgiu durante o primeiro confinamento, entre Março e Maio de 2020: Sofia Lencastre e Pureza Champalimaud quiseram usar o humor para lutar contra a pandemia.

A marca portuguesa Oiôba criou um novo fato de surf preparado para águas mais quentes: por cada venda do Soma, a marca dá um a uma ONG de São Tomé e Príncipe.

A marca portuguesa de calçado J-Unk diz que é a «única no mundo» a criar sapatos desta forma e está com uma campanha de crowdfunding para angariar vinte mil euros de financiamento.

A loucura dos anos 20, um período marcado pelo crescimento económico do pós-Primeira Guerra Mundial, é a inspiração para uma colecção de joalharia com ADN nacional.

A Mercearia STŌ promete «divulgar os melhores produtos e produtores portugueses»; entre as 9 e as 20 horas servem-se pequenos-almoços e refeições ligeiras criados por um ex-chef do Belcanto.

A produtora Planet Core e a loja de som Arda Suppliers juntaram-se para criar um movimento para dar a conhecer os bastidores da música independente em Portugal.

A Sociedade da Água de Monchique desenvolveu, em parceria com a startup nacional Quantum Leap, um dispensador inteligente de água que faz a encomenda automática de garrafões.

Uma serra, uma camisola - este novo projecto de moda foi criado por três primos e é uma homenagem à vida no campo. Um dos objectivos é ajudar a financiar ofícios em vias de extinção.

A ideia foi da start-up nacional Classihy: é uma app que permite dar gorjetas directamente a empregados de mesa e que pode servir para cumprir objectivos.