Super Bock Super Rock Guia 2018

Super Bock Super Rock: guia completo para o festival de Verão sob o signo da cerveja

por • 19 Julho, 2018 • Guias, MúsicaComentários fechados em Super Bock Super Rock: guia completo para o festival de Verão sob o signo da cerveja1298

Foi em Dezembro de 2017 que a organização do Super Bock Super Rock revelou os primeiros cabeças de cartaz. Os The XX actuam precisamente hoje no Palco Super Bock. Mas há muito mais para ver.

A 24.ª edição do Super Bock Super Rock está, mais uma vez, de regresso ao Parque das Nações. Depois do Rock in Rio e dos NOS Alive, o SBSR é o terceiro grande festival de Verão a decorrer em Lisboa, durante três dias: 19, 20 e 21 de Julho.

Este ano os cabeças de cartaz, que tocam sempre no palco Super Bock Super Rock são os The XX (dia 19, às 22:15), Travis Scott (dia 20, às 23:50) e Benjamin Clementine (dia 21, às 21:40).

Mas as segundas linhas também prometem fazer as delícias dos fãs. Nomes como Justice, The Vaccines, Mirror People (dia 19), Anderson .Paak & the Free Nationals, Slow J, Luís Severo (dia 20) e Julian Casablancas & the Voidz, Sevdaliza, Isaura e Keep Razors Sharp (dia 21) são alguns dos destaques.

E, claro, não podemos passar ao lado do tributo ao falecido guitarrista dos Xutos & Pontapés: Who the F*ck Is Zé Pedro, hoje, dia 19, às 20 horas no principal palco do SBSR: o Super Bock.

Como também tem sido habitual neste tipo de festivais de Verão, há vários palcos onde actuam os artistas, mais ou menos divididos por importância ou estilo musical. Os horários de cada concerto podem ser vistos aqui.

No Super Bock Super Rock 2018 os grandes nomes actuam no Palco Super Bock, o principal deste evento. Depois, há ainda o Palco EDP (música mais indie e alternativa), o Palco LG by Rádio SBSR (com bandas nacionais) e o Sommersby (com actuações de DJ).

Comprar bilhetes para o Super Bock Super Rock

Ainda é possível comprar bilhetes para o SBSR 2018, o que pode ser feito através do site do festival. Também pode fazer isto nas bilheteiras do recinto: o preço é de 58,85 euros para todos os dias. O passe para três dias custa 116,63 euros.

Há ainda mais três modalidades de bilhetes que pode comprar na entrada do festival: Passe 3 Dias VIP + Front Stage (278,20 euros) e os Bilhete Diários VIP 19 e 21 de Julho + Front Stage (160,50 euros). Para dia 20, esta opção está esgotada.

Como chegar ao Parque das Nações

Esta é uma das localizações mais privilegiadas de Lisboa em termos de transportes públicos, senão mesmo a melhor. Coma Estação do Oriente a servir de hub, aqui há metro, autocarros da Carris, terminal de Expressos e comboios da CP.

Começando pela Carris, a empresa que em Lisboa gere autocarros e eléctricos, tem um serviço diurno com as carreiras 705, 708, 725, 728, 744, 750, 759, 782, 794, 26B. Os 705 e 782 só funcionam quinta e sexta. O serviço de autocarros Rede da Madrugada é composto por uma dupla: 208 e 210.

Depois, há um autocarro gratuito até às 5 da manhã que passa por vários locais-chave da cidade (Saldanha, Av. Fontes Pereira de Melo, Marquês de Pombal, Av. Liberdade, Restauradores ou Rossio), até chegar ao Cais do Sodré.

No que respeita ao Metro é bastante simples: a estação terminal da linha Vermelha fica na estação do Oriente. Para chegar aqui, os festivaleiros podem mudar em São Sebastião (linha Azul), Saldanha (linha Amarela) e Alameda (linha Verde). A rede será ainda reforçada até à 1 da manhã.

Para quem quiser usar o comboio, há uma tarifa promocional 2 euros ida e volta, nas linhas de Sintra/Azambuja, Cascais e Sado, válida para utilização nos dias 19 e 22 de Julho. É preciso ter um cartão Lisboa Viva para fazer a viagem de comboio.

Aqui também há horários alargados, nas madrugadas das noites do festival:
Lisboa Oriente – Sintra às 02:30 (paragem em todas as estações, excepto Marvila) e Cais do Sodré – Cascais às 3 da manhã (paragem em todas as estações)

Se prefere o automóvel, esta zona não será a mais fácil de estacionar perto do evento se preferir deixar o carro fora dos parques de estacionamento pagos. Pode ver onde ficam aqui. A melhor opção será optar por serviços como a Uber ou a Taxify.

Há ainda um serviço chamado Via Verde Boleias que tem um grupo dedicado a todos os que querem ir ao Super Bock Super Rock onde condutores e passageiros se encontram para partilhar boleias. Pode ver como funciona aqui.

Outras informações úteis

Pelo recinto há várias bancas de comida onde vai ser possível pagar com MB Way. Além disso, há um local chamado Beer Point no Altice Arena onde é possível tirarmos a nossa cerveja e pagar com esta app. Melhor: há happy-hour às 22 horas com cerveja a 10 cêntimos.

A PSP fará revistas à entrada do festival para garantir a segurança de todos no Super Bock Super Rock. a lista de materiais interditos no festival está aqui. Vai haver ainda um serviço de bengaleiro onde será cobrado 1 euro por peça.

Segundo a organização, todas as pessoas com mobilidade condicionada (cadeira de rodas, por exmeplo) «têm lugares específicos para assistir aos eventos realizados na Altice Arena». Nos restantes palcos, o SBSR tem «plataformas montadas para o efeito».

Para consumir cerveja, há copos reutilizáveis (25 e 50 cl), uma edição especial criada pela Ecocup para o Super Bock Super Rock, que têm uma caução de dois euros. Este valor pode ser recuperado com a entrega do copo.

O Super Bock Super Rock vai ter ainda um serviço de informações por WhatsApp onde podem ser esclarecidas todas as dúvidas: 914 695 238. A organização garante resposta a todas as perguntas.