A sétima edição do Sol da Caparica foi oficializada no final de Julho e agora chegam as primeiras confirmações.

Era um cenário que já se esperara e que agora é oficial: todos os festivais de Verão marcados até Setembro não se vão poder realizar.

Foi numa conversa sobre a o panorama da cultura e dos espectáculos num Portugal pós-COVID que Álvaro Covões pôs de parte a realização do NOS Alive 2020.

Em 2020, o Bons Sons entra no seu terceiro ciclo de vida. A direcção artística muda de mãos treze anos depois e passa para Miguel Atalaia.

Este ano não há Milhões de Festa. A Câmara de Barcelos e a Lovers & Lollypops adiaram a décima edição para reflectir sobre a importância do festival.

É assim que se ganham e mantêm clientes: a FreeNow acaba de partilhar um código para novos e actuais utilizadores que dá 50% de desconto.

Quem vai ao Super Bock Super Rock e ao NOS Alive pode já saber a que horas actuam as suas bandas e cantores preferidos. E ainda há uma nova confirmação.

Quando se pensava que O Sol da Caparica 2019 pudesse ter um cartaz mais fraco que o das edições anteriores, o Grupo Chiado tirou vários coelhos da cartola.

Este ano, o Milhões de Festa quer marcar o início de uma nova tradição. O cartaz está fechado com o anúncio de cinco bandas e vários projectos artísticos.

Aquele que já se tornou um dos festivais de Verão mais ecléticos de Portugal abre hoje as portas: há rap, hip-hop, fado, kizomba e rock no Sol da Caparica.

Os festivais de Verão 'classe A' já passaram, mas há outros mais indie onde vale a pena ir. Se quiser fugir ao campismo, tem as casas da HomeAway.

Depois do Rock in Rio e, claro do Super Bock Super Rock, a marca de cervejas portuguesa vai ser a patrocinadora oficial de mais cinco festivais de Verão.