Iminente 2018
Iminente 2018

Iminente: guia completo para o festival que vai dar vida ao Restaurante Panorâmico de Monsanto

O Festival Iminente foi criado em 2016 para dar mais expressão à «nova música e à nova arte». Dois anos depois, cresceu e salta de Oeiras para Lisboa: a ruína do Panorâmico do Monsanto é a nova “casa”.

Um dos locais de Lisboa mais conhecidos pelos fãs de Urbex (urban exploration) vai ser o palco do Iminente 2018, um festival que se dedica a juntar música (especialmente hip-hop) e outras formas de arte no mesmo espaço.

«É a materialização de um movimento criativo que ao longo dos últimos anos adicionou contemporaneidade e criatividade à cena artística e musical portuguesa», os curadores de sempre: o artista urbano Vhils e a galeria de arte Underdogs.

O Iminente continua a ter três dias e começa amanhã, dia 21 de Setembro, prolongando-se pelo fim-de-semana, ou seja, 22 e 23 do mesmo mês. Este ano, assinala-se a mudança de “casa”: de Oeiras para Lisboa.

Na capital, o Iminente vai ter a missão de dar uma nova vida ao restaurante Panorâmico de Monsanto, que foi recentemente reabilitado e limpo de lixo e detritos que estavam por todo o espaço, há vários anos.

Panorâmico Monsanto

Os curadores falam em três dias de «expressão e provocação artística com um cartaz que representa a vanguarda cultural dos que estão a expandir a sua arte em novas direcções».

Além da música, o que podemos ver no Iminente 2018?

Começamos pelas outras formas de arte que não a música, como instalações artísticas, grafitters e urban artists. Ao longo dos três dias de festival, o Iminente vai ter vários cabeças de cartaz.

Entre 21 e 23 de Setembro, vamos poder ver os trabalhos de nomes como ±MaisMenos± (Miguel Januário), o grupo de arquitectos Error-43, que trabalha principalmente com tecnologia de forma abstracta, a actriz Sónia Balacó, o próprio Vhils e Wasted Rita (que já colaborou com Banksy na Dismaland).

Vai haver ainda uma zona de tatuagens onde vão estar os artistas Douglas Cardoso, Carina Moontropic e Espirro. Aqui vai ser possível aos visitantes tatuarem desenhos, quer dos tatuadores de serviço, quer dos artistas visuais integrantes do festival. O espaço está aberto das 16 às 22 horas.

Concertos do Festival Iminente 2018 são durante todo o dia

Todos os dias, os concertos ao vivo do Iminente começam cedo, entre as 15 e as 16:15. Dia 22, Sábado, é o dia com mais concertos: 16, com início às 15:45. No dia seguinte, Domingo, há apenas dez actuações.

Sexta-Feira, os concertos começam às 16:15 com Troll2000 no Palco Cave. O segundo nome a actuar no Iminente é Conan Osíris, às 17 horas, no Palco Outdoor. Bonga é outro dos destaques: o músico angolano também sobe ao Palco Outdoor, mas pelas 20 horas. Papillon (21:15) e Octa Push (00:00) são os outros destaques do primeiro dia do Iminente 2018.

Sábado, o dia mais recheado, a música começa a soar no Panorâmico do Monsanto às 15:45 com Vitor Belanciano no Palco Cave. Valete toca às 20:00 no Palco Outdoor à meia-noite sobem três DJ da editora Príncipe ao mesmo palco: Nigga Fox, Nídia e Ninoo.

Domingo, há a curiosidade de o primeiro concerto estar marcado para as 16:16, com Ricardo Jacinto no Palco Escada, a primeira e última vez em que alguém vai usar este local para actuar. O último dia do Iminente vai ter ainda Carlão (18 horas), Sara Tavares (19:30) e Gisela João (21:00), todos no Palco Outdoor.

Para conhecer o cartaz completo das actuações musicais do Iminente 2018 pode ver a área de programação mo o site oficial do evento.

Comprar bilhetes para o Iminente 2018

Infelizmente, dias 21 e 22 já estão esgotados, mas poderá ser fácil encontrar bilhetes à venda em grupos dedicados a isso do Facebook. Na Ticketline só é mesmo possível comprar bilhetes para dia 23: o preço é de 10 euros.

Chegar ao Restaurante Panorâmico do Monsanto

O Restaurante Panorâmico do Monsanto não é o local mais bem servido de transportes em Lisboa. A juntar a isso, o Panorâmico fica numa zona onde não há, praticamente, estacionamento.

A organização recomenda mesmo os fãs a deixar o carro em casa ou, pelo menos, num dos pontos onde partem shuttles gratuitos da Carris para o local do festival: Pólo Universitário da Ajuda e Sete Rios, com periodicidade de 15 a 25 minutos.

Como é habitual neste tipo de evento, também no Iminente há um parceiro de mobilidade, neste caso a Uber. Quem usar esta app é deixado à porta do Restaurante Panorâmico do Monsanto e recebe ainda um copo oficial do Festival Iminente.

Se usar a app Uber pela primeira vez, tem ainda direito a um desconto de cinco euros que pode usar numa viagem: basta inserir o código IMINENTE18 na área ‘Pagamento’.

Para mais detalhes sobre como chegar ao Iminente 2018, a organização preparou uma explicação bastante detalhada no seu site sobre transportes e horários dos shuttles.

Outras informações importantes sobre o Iminente 2018

A organização avisa que não há caixas Multibanco no recinto do festival. «Podes pagar com cartão nos bares, mas os outros serviços (comida, lojas, etc.) não garantem esta forma de pagamento».

Por isso, e como não há parceria com a MB Way, ou outro tipo de pagamento alternativo, o melhor é levar algum dinheiro vivo para o Iminente.

A organização criou uma app para smartphones onde podemos ver quando são todas as actuações e fazer uma lista de concertos preferidos, para criarmos o nosso próprio programa. O download pode ser feito para iOS e Android.

Este ano, a Super Bock é a marca de cerveja oficial do Iminente, na linha daquilo que a empresa definiu para este Verão: estar presente no máximo de festivais de música.

No que diz respeito ao Iminente, a Super Bock vai estar presente com as cervejas Coruja, que apareceram este ano e tiveram uma campanha protagonizada pelo artista urbano com o mesmo nome.

A Super Bock Coruja é uma gama de cervejas especiais da Super Bock e tem as referências Session Saison, American Amber Lager e India Pale Ale que recorrem à técnica de dry hopping (em escala industrial) e são produzidas com ingredientes de origem 100% natural.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].