Este guia de Lisboa que Fernando Pessoa deixou dactilografado em inglês, em 1925, é uma «carta de amor à sua cidade».