Projecto Casa Assombrada volta às origens sete anos depois: nova experiência imersiva chega em Julho, no Seixal

Contudo, há uma coisa que muda: deixa de haver jogos e enigmas para decifrar.
©CM Seixal | Quinta da Fidalga
©CM Seixal | Quinta da Fidalga

O Verão vai trazer de volta aquele que foi o primeiro conceito de experiência imersiva do Teatro Reflexo. A Casa Assombrada vai ocupar um palacete no Seixal, a partir de 8 de Julho.

Começou em 2015 em Belas (Sintra) e, durante sete anos, teve várias vidas: este projecto de teatro imersivo já foi Ímpios, Matadouro, Crime na Casa Museu, Internato e, já em 2022, Cinema Medo, no São Jorge.

Agora, Michel Simeão e o Teatro Reflexo regressam às origens e voltam ao conceito Casa Assombrada. Esta nova “temporada” estreia a 8 de Julho, desta vez no Seixal e vai ocupar a Quinta da Fidalga «um monumento de incalculável valor histórico, cuja fundação data do século XV, com mais de vinte assoalhadas».

Segundo Michel Simeão, autor do projecto, a próxima Casa Assombrada mantém o mesmo ADN: «Proporcionar ao público uma visita guiada a um palácio que carrega séculos de história e onde é palpável a carga energética da vida e da morte dos que por ali foram passando» – foi o que já tinha acontecido na Quinta Nova da Assunção.

©Teatro Reflexo / Guilhermo Gouveia
©Teatro Reflexo / Guilhermo Gouveia

Contudo, há uma coisa que muda: desta vez não há jogos e enigmas para decifrar – «Não é um escape game», garante Michel Simeão. Contudo, o autor diz que vai haver «momentos que desafiam a coragem, nos quais o público será posto à prova, cabendo a cada participante aceitar ou recusar».

Os bilhetes já estão à venda e custam 20 euros. As entradas na Casa Assombrada do Seixal acontecem Sextas e Sábados (até 27 de Agosto) de vinte em vinte minutos: começam às 21 horas e a última sessão é às 00:20. A duração da experiência é de uma hora

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].