Confraria LX 11 anos
Confraria LX 11 anos

Confraria comemora onze anos com uma nova carta de fusão com tacos, carpaccio e sushi

Onde anos depois de ter aberto o primeiro restaurante em Cascais, a Confraria tornou-se um pequeno império do sushi em Lisboa. Em 2019, o restaurante comemora o aniversário com uma carta de fusão.

Está prometida uma «explosão e fusão de sabores entre o Japão e o Ocidente». A nova carta do restaurante Confraria, que fica no Lx Boutique Hotel (Cais do Sodré) junta pratos de fusão aos já conhecidos combinados e opções de sushi.

As novidades começam, nas entradas, com o Usuzukuri de salmão, «um carpaccio temperado com lima e molho ponzu trufado, coberto por pequenas porções de gelatina de maracujá», descreve o Confraria.

Na carta do restaurante estão também os Taquitos, «dois tacos de salmão servidos numa estaladiça alga nori em tempura, recheados com guacamole e regados por um aromático molho aji amarillo, que lhes dá um toque cítrico e ligeiramente picante».

Em relação aos pratos principais, o Confraria destaca o Gunkan Collection e o Niguiri Collection, que chegam sob forma de uma degustação de cinco niguiris ou gunkans new style seleccionados pelo chef. Outra das degustações em destaque é o Omakasse Freestyle, com 32 unidades da nova carta, «incluindo sushi new style, sashimi, ceviche e tartare».

Além dos novos pratos do menu, o Confraria foi redecorado e ficou «ainda mais acolhedor, confortável e elegante», segundo Jorge Leote, um dos sócios do restaurante.

O grupo Confraria “nasceu” em 2008 com a abertura de um restaurante em Cascais. Em dez anos, este pequeno império do sushi em Lisboa alargou-se e conta agora com a gestão de sete espaços, além deste.

Confraria LX, Confraria no Mercado da Ribeira, Gulli Cascais, Waka, Nikkei, Vela Latina, Aruki Sushi Delivery by Confraria são os restaurantes que estão associados ao Grupo (os dois últimos com uma participação de 50%).

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].