Em Outubro, o mais recente restaurante de Olivier em Lisboa começa a abrir ao almoço. Aos pratos que já podiam ser pedidos ao jantar, junta-se um novo menu.

O Rooftop Flores tem novos menus de almoço com quatro opções de focaccias e sanduíches, que podem ser pedidos entre as 12 e as 15 horas, de Segunda a Sexta.

O Café & Kitchen renovou a sua carta com quinze novos pratos, onde cabem propostas com ADN nacional e influências do médio oriente e Ásia.

A partir de 2 de Outubro, há um novo brunch para experimentar em Vila Nova de Gaia. Há panquecas, cheesecake, strudel e minihamburgueres. Os preços começam nos onze euros.

O Fogo entra no Outono com um novo menu de degustação com seis momentos: quatro snacks, serviço de pão, dois pratos principais, sobremesa e café. As bebidas ficam de fora.

O restaurante 1828 juntou-se ao espanhol El Capricho, conhecido pelas suas carnes maturadas, para criar um menu de degustação que custa 90 euros.

Um dos restaurantes mais emblemáticos de Lisboa reabriu de "cara lavada". A Trindade tem «uma nova identidade e decoração»; a carta tem a assinatura do chef é Alexandre Silva.

O Machimbombo, um bar que abriu há quase três anos na Calçada do Combro, em Lisboa, passou a servir um brunch que se estende das 12 às 17 horas.

Do cruzamento entre gastronomia e cultura pop, nasce a Taste Invaders, um restaurante que fica em Alvalade e que serve os hambúrgueres de forma original.

O mais recente restaurante de Olivier da Costa abriu no final de 2021 e recebe agora as primeiras novidades, que se juntam a clássicos como o Bitoque de Lagosta ou o Souflé de Queijo e Espinafres.

Inspirado num conceito espanhol, o Botella Food & Wine junta o restaurante a uma loja onde podemos comprar vinhos e ingredientes para fazer os petiscos que estão na carta.

O Cascais Food Lab, no Mercado da Vila, recebe o jantar em que 80% da receita será doada ao Supermercado Social, uma loja que abastece várias famílias ucranianas refugiadas.