Erva Destaque

Erva: conheça o novo restaurante de Lisboa que parece um jardim e onde a cozinha é aberta à sala

por • 18 Outubro, 2018 • RestaurantesComentários fechados em Erva: conheça o novo restaurante de Lisboa que parece um jardim e onde a cozinha é aberta à sala1062

Fica mesmo ao lado do Hotel Corinthia, em Lisboa, e ocupa o espaço onde estava o conhecido restaurante Típico. O Erva tem cozinha de autor, uma sala que parece um jardim e um cozinha à vista de todos.

É gastronomia portuguesa «contemporânea, autêntica e original» que se serve no Erva, um dos mais recentes restaurantes de Lisboa, em Campolide. Com Carlos Gonçalves aos comandos da cozinha, o Erva tem uma carta onde se privilegiam os «produtos frescos de fornecedores locais».

Pratos principais, entradas e sobremesas têm ADN nacional e o menu assume o conceito de cozinha de autor onde Carlos Gonçalves junta várias inspirações ibéricas. No couvert, começamos logo a perceber a portugalidade do menu.

O chef serve uma selecção de manteigas caseiras, azeite extra virgem e vinagre Quinta das Bágeiras, acompanhados por uma selecção de pão da Gleba Padaria. Para petiscar, há um conjunto de snacks e entradas que piscam o olho a Espanha.

Há samos de bacalhau, grão e ovas fumadas, gamba marinada, abacate e pele de frango crocante ou batatas bravas, tártaro de lulas e crème fraîche de lima; ao atum marinado, melancia, laranja e presunto Pata Negra juntam-se o Carapau com salada algarvia, tomate e beterraba ou o bacalhau fresco com maionese de alho, pickle de cebola e molho unagui.

Segundo Carlos Gonçalves, o peixe e o marisco vêm da Lota de Peniche e os legumes são biológicos e são encomendados da zona Oeste.

Nos pratos principais há três referências de peixe e duas de carne, além de podermos pedir quatro cortes de carne de raça minhota maturada: lombo, entrecôte (300 gr), vazia (700 gr) e um valente tomahawk de um quilo (!).

No peixe, o chef destaca o polvo na brasa com pimentão fumado, caviar de beringela, couve portuguesa grelhada e a corvina com arroz de lingueirão e salicórnia. «Nas carnes, um dos pratos mais pedidos é a Pá de cordeiro de leite assada com batata aligot, a desossar na mesa», diz Carlos Gonçalves.

O menu tem ainda dois pratos vegetarianos: beringela gratinada com molho karashi e salada de legumes da região de Runa (Torres Vedras).

A terminar, temos as típicas sobremesas: há muita fruta (tangerinas, morangos, abacate, côco, melancia e melão) e duas sugestões mais compostas: brulée de yuzu, ananás dos Açores e merengue ou queijo de cabra da região de Maçussa (Azambuja), alperce, limão e avelã.

Para relaxar, antes ou depois da refeição, podemos ficar pelo bar do Erva onde se servem cocktails de autor, criados pelo barman Nelson Antunes, «especialista em mixologia molecular, e que se inspira nas receitas de cocktails clássicos e na paleta visual única da cidade de Lisboa», explica o chef Carlos Gonçalves.

A decoração da sala, onde a cozinha é aberta, dominam os tons quentes, cadeiras em cabedal castanho, madeiras e muito verde, com plantas distribuídas pelas paredes, o que cria um visual de jardins verticais.

O Erva fica na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, em Lisboa (mesmo ao lado do Corinthia Hotel) e está aberto de Quarta-feira a Domingo, horário de almoço e jantar: das 12:30 às 15:30 e das 19:00 às 01:00. As reservas podem ser feitas pelo
217 236 313 ou pelo email [email protected].

Erva Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish