A moda de que devemos todos ser veggie que esforça-se mais para chamar a atenção para os efeitos nefastos da carne, que para as mais-valias dos vegetais.

Uma dieta vegetariana faz sentido ou é apenas uma moda? Afinal, há mesmo vantagens nutricionais em retirar ingredientes de origem animal de uma alimentação?

Na mesma semana, a Taco Bell e a Telepizza anunciaram novidades vegetarianas no menu.

O grupo Bel, que tem as marcas Limiano, Terra Nostra e A Vaca Que Ri, lançou em Portugal uma nova linha de queijos sem leite, a Nurishh.

A edição de 2021 da Feira Vida Saudável do Continente acontece em Maio e fica nos hipermercados Sonae durante catorze dias.

O restaurante de fast-food Subway tem duas novas opções sem ingredientes de origem animal: a Cookie Vegan Duplo Chocolate e a sandes TLC Frango Teriyaki.

A marca portuguesa Iswari criou dois planos de alimentação com receitas e planos de treino para pessoas que queiram mudar para uma dieta vegetariana.

Basicamente, frango que não é frango. A moda da "carne" feita com proteína vegetal chegou à Poke House com a taça Chicken Not Chicken

Os hipermercados Auchan criaram um catálogo de receitas vegetarianas, que também inclui dicas. A compra directa dos produtos é também uma possibilidade.

De Alcântara para toda a Lisboa. A Casa dos Trevos não tem restaurante e só faz entregas em casa - a alternativa é levantar as refeições no local.

'Junta-te à mudança'. É este o slogan e também o desafio que a Iglo faz aos consumidores com a sua nova gama de congelados Green Cuisine. A marca quer incentivar uma dieta com mais vegetais.

Quase nove meses depois de ter aberto o seu primeiro restaurante em Portugal (Parque das Nações), a Honest Greens aposta num segundo espaço, em Lisboa.