Novo Citroën C3, o herdeiro do visual C4 Cactus chega no final de 2016

A Citroën apresentou o novo C3, um automóvel muito inspirado no visual do Cactus e que mostra uma “personalidade” colorida e dinâmica!

A marca francesa já anunciou a nova versão do automóvel C3, o citadino da Citroën que chegou ao mercado em 2002 e que já vendeu mais de 2,5 milhões. O carro, que deve chegar a Portugal no final deste ano, distingue-se pelo «estilo audacioso e pelo forte potencial de personalização».

O novo C3 propõe uma oferta de pintura da carroçaria bi-ton. Declina-se em nove cores de carroçaria (Branco Banquise, Preto Perla Nera, Cinzento Shark, Cinzento Aluminium, Vermelho Rubi, Verde Almond, Azul Cobalt, Laranja Power e Castanho Sable) associadas a três cores do tejadilho (Branco Opale, Preto Onyx, Vermelho Aden), num total de 36 combinações possíveis.

Na frente, a assinatura luminosa de estrutura dupla realça os traços do C3 e reforça a perceção de altura do capot. Os chevrons e a sua barra dupla cromada estendem-se até às DRL (Luzes Diurnas) em LED, também a fazer lembrar muito o Cactus.

«Na parte traseira, as linhas de curvas generosas e musculadas dão energia à viatura, que parece prestes a dar um salto em frente», caracteriza a Citroen.

No interior, o novo C3 está mais «humano», garante a Citroen. Os assentos estão mais confortáveis e o tejadilho panorâmico em vidro permite a entrada de mais luz no habitáculo.

O tratamento das cores e dos materiais, inspirado no universo do mobiliário e das viagens, dão fazem do C3 «um lugar de vida como se fosse em casa», compara a Citroen. A ideia da marca é criar um “efeito de casulo” que «filtra o mundo exterior» e nos «isola da estrada».

Citroen C3 2017

Aqui estão disponíveis quatro packs de ambiente para que cada cliente possa escolher um interior correspondente ao seu «estado de espírito». No centro do tablier há uma consola multimédia com um ecrã táctil de sete polegadas que dá acesso a várias funcionalidades: GPS 3D (comTomTom Traffic), controlo do AC, rádio, consumos em tempo real, parametrização do veículo.

Mas a grande novidade tecnológica presente no novo C3 é mesmo aquilo a que a Citroen chama ConnectedCAM, uma câmara HD de 2 MP grande angular integrada na parte de trás do espelho retrovisor que grava o que se passa na estrada.

O condutor pode tirar uma foto do que quiser e partilhar o seu conteúdo nas redes sociais (o carro tem um armazenamento de 16 GB). Mas também há aqui uma característica de segurança: em caso de impacto, o registo é automaticamente ativado e permite guardar antecipadamente 1:30 minutos adicionais (os 30 segundos antes e os 60 segundos depois). Este sistema pode ser útil ao condutor durante um acidente e constituir elemento de prova.

A app associada à ConnectedCAM da Citroën também permite emitir a posição do C3 graças a uma função de geolocalização, para que seja mais fácil encontrar o automóvel. O sistema de entretenimento do carro é também compatível com as plataformas Apple CarPlay e Android Auto.

Com cinco portas, o novo C3 tem 3,99 metros e vem com motorizações de última geração a gasolina PureTech e Diesel BlueHDi, com caixa manual ou automática EAT6. Os modelos a gasolina estarão disponíveis com os motores de três cilindros PureTech de 68, 82 e 110 cv; já as versões diesel poderão vir com motores BlueHDi de 75 e 100 cv (todos eles com Stop & Start).

O Citroën C3 deverá chegar a Portugal no final deste ano com preços que devem ser muito semelhantes aos da actual gama: uma média de 15 mil euros.

Citroen C3 2017


Veja o vídeo no canal de YouTube do TRENDY.


Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].