Depois de a Mercedes ter feito uma joint-venture com a Geely, aparece o primeiro automóvel desta nova geração - totalmente eléctrica e com um novo design.

Uma das metas da Volvo, a nível mundial, é deixar de vender automóveis com motor a combustão até 2030. Mas parte deste objectivo chegou oito anos mais cedo à Noruega.

Para alguns fãs da marca, isto pode ser considerado uma heresia, mas a Mini tem mesmo um programa oficial de conversão eléctrica para os seus clássicos.

Anunciada há quatro cinco anos no Salão Automóvel de Detroit, a carrinha "pão de forma" eléctrica da VW, que se inspira no modelo original criado em meados do séc. XX, vai mesmo para frente.

O grupo Ibersol e a EDP juntaram-se para criar uma "nova" rede de postos eléctricos de carregamento em 45 restaurantes de fast-food, em Portugal.

A empresa nacional Miio e a multinacional Ionity fizeram uma parceria que vai permitir fazer o carregamento de automóveis eléctricos de uma forma mais simples.

Para assinalar a chegada dos primeiros automóveis Volvo XC40 Recharge a Portugal, a marca criou uma "base" no Museu da Electricidade onde se podem marcar testes.

Sete Rios, Alameda, Avenida de Roma e Baixa/Chiado são algumas das zonas da cidade onde a Empark vai instalar estes postos de carregamento para automóveis eléctricos.

A marca sueca Volvo tomou um conjunto de medidas para tornar os seus automóveis mais "verdes" até 2030. Até lá, está previsto o lançamento de um modelo eléctrico por ano.

A empresa de energia espanhola ganhou o concurso da EMEL para a instalação de tomadas eléctricas em Lisboa. Ao todo, serão 336, até 22 kW.

A partir desta semana, os clientes Uber que estejam no Algarve, Coimbra, Braga e Aveiro já podem viajar num autmóvel eléctrico Uber Green.

Para já, há dois hipermercados onde vai ser possível carregar automóveis eléctricos a partir de 1 cêntimo por minuto: são os novos Continente Plug&Charge.