Fossil Sport

Fossil Sport: yoga, meditação, corrida e natação num relógio leve como uma pena

por • 20 Novembro, 2018 • Desporto 🏊, High-Tech📱, Reportagem Trendy 📷Comentários fechados em Fossil Sport: yoga, meditação, corrida e natação num relógio leve como uma pena322

Apesar de já estar à venda nos EUA e em várias lojas da Europa, o Fossil Sport só vai chegar a Portugal na Primavera de 2019. As primeiras impressões revelam um relógio muito leve e com um preço em conta.

Chama-se Fossil Sport e vai ser o próximo relógio da marca a chegar ao mercado. O smartwatch foi mostrado oficialmente na Europa durante um evento em Amesterdão (Países Baixos) em que a marca adoptou um conceito de apresentação diferente.

Em vez de fazer uma conferência de imprensa tradicional, a Fossil convidou os jornalistas para passar uma tarde num espaço da cidade holandesa onde havia várias actividades de bem-estar, como aulas de meditação e yoga.

Além disso tínhamos ainda workshops de alimentação saudável, coaching e ilustração: tudo para reforçar a aposta da Fossil no seu novo relógio de desporto que tem como objectivo ajudar o utilizador a ter um estilo de vida mais saudável e activo.

O Fossil Sport traz uma bracelete em silicone (que pode vir em cores como azul, vermelho, rosa, amarelo, preto ou cinza) e pode ser comprado com dois tamanhos de mostrador: 41 ou 43 mm.

Esta é a versão que sucede ao Sport Gen 3, mas a marca decidiu apenas chamar-lhe Sport, deixando de lado a designação ‘Gen 4’, como acontece com outros modelos da Fossil. Lá dentro, está um processador Snapdragon 3100 e uma bateria de 350 mAh; a memória flash é de 4 GB.

O novo Sport tem ainda sensor de batimentos cardíacos, microfone, GPS e altímetro. Os acelerómetros e giroscópio incluído vão ajudar a recolher dados de fitness, como acontece em todos os relógios inteligentes deste género.

Uma das actividades onde vai ser possível analisar informação é a natação, uma vez que o Fossil Sport é resistente a cinco atmosferas (5 ATM).

Com o sistema operativo Wear OS da Google, estão garantidas várias apps compatíveis com Android e o emparelhamento com o smartphone, mesmo com iOS, através da app Google Fit. Contudo, a aplicação Saúde da Apple também vai poder recolher dados a partir deste relógio.

No evento organizado pela Fossil em Amesterdão tivemos oportunidade de experimentar o relógio durante alguns minutos para ficarmos com uma primeira impressão deste novo modelo.

Um dos grandes destaques vai para o peso: o Sport é bastante leve, pesa cerca de 20 gramas, o que é uma das características mais importantes para quem pratica desporto, uma vez que o ideal é nem dar pela presença do relógio no pulso.

O controlo feito através do ecrã táctil, com a ajuda de três botões, é o típico do Wear OS: fácil e intuitivo. Infelizmente, não vamos poder carregar música directamente para este smartwatch, uma vez que o sistema apenas permite controlar as playlists que tivermos no telefone.

Esta é, talvez, uma das principais desvantagens do mais recente modelo de desporto da Fossil, que chega a Portugal na Primavera de 2019 (já está à venda, por exemplo, em França) com um preço a rondar os 280 euros.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish