Smart Oven Pizzaiolo: o forno da Sage para fazer pizza… de que ninguém precisa

©TRENDY | Sage Smart Oven Pizzaiolo
©TRENDY | Sage Smart Oven Pizzaiolo

A Sage até pode ter dos electrodomésticos mais exclusivos do mercado, como as máquinas de café de 2500 euros, mas este forno para pizza dificilmente faz sentido no mercado português.

Será que há alguém que goste assim tanto de pizza que sinta a necessidade (ou o desejo) de comprar um forno do tamanho de um bom micro-ondas (47 x 46,1 cm) apenas para cozinha este típico prato napolitano?

Assim que houve a oportunidade de testar o Pizzaiolo da Sage (uma marca que chegou a Portugal em 2021 com máquinas de café topo de gama), dissemos a amigos e colegas de trabalho que o íamos receber – invariavelmente, a primeira reacção foi um misto de desconhecimento sobre este tipo de equipamentos e de estranheza.

Muitas opções para fazer a mesma coisa

Afinal, porque é que alguém quereria comprar um forno apenas com este objectivo (e só para pizzas com 30 cm de diâmetro), quando, primeiro – o que se faz mais é aquecer pizza fresca ou congelada; segundo – qualquer pessoa tem um forno de fogão que o pode fazer; terceiro – se pode encomendar boas pizzas por uma app?

É verdade que o Pizzaiolo tem um aspecto industrial e legítimo: parece um miniforno de um restaurante mais actual, com gastos energéticos a condizer (2250 W). Além disso, há a promessa de imitar a cozedura a lenha, a que se juntam mais modos: para massa fofa, massa fina e até para fazer uma pizza na frigideira – que vem incluída.

Mas, a sensação que dá, é que este equipamento da Sage oferece várias opções para fazer aquilo que qualquer pessoa pode conseguir no forno que já tem em casa. Será que o sabor a lenha se nota assim tanto, será que os modos fazem mesmo a diferença?

Querida, queimei a pizza

Pelo que tivemos oportunidade de testar, a resposta é ‘não’. Não há qualquer vantagem em fazer ou aquecer uma pizza neste forno da Sage e ter resultados que se diferenciem dos conseguidos com recursos que já teremos em casa.

Experimentámos fazer (ou aquecer) duas pizzas neste forno, uma fresca e outra congelada (há um modo específico para esta última), com resultados nada surpreendentes – aliás, no primeiro caso, a pizza começou a queimar por cima e tivemos de a retirar antes de o forno dar a tarefa por concluída. Resultado: ficámos com um topo chamuscado e uma massa fria.

Não há nada que nos leve a recomendar a compra do Pizzaiolo da Sage, nem mesmo a superfãs de pizza, para quem 800 euros sejam trocos. Se quisermos mesmo um bom forno, que vai servir para fazer tudo, há opções com tecnologias superiores no mercado a metade do preço – é impensável pensar na compra de um equipamento que, acima de tudo, vai apenas servir para aquecer pizzas.


sageappliances.com | €829,90 | ★★☆☆☆

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].