Uber segue Glovo e também já permite pedir testes PCR e antigénio à COVID-19

©JC Gellidon
©JC Gellidon

Em Março, a Glovo começou a disponibilizar um serviço de testagem à COVID-19, já depois de a app Oscar ter dado esta possibilidade. Agora é a Uber.

Testes PCR/antigénio à COVID-19, em casa. Esta parece ser uma nova tendência do segundo ano de pandemia e apenas falta a Bolt e FreeNow também começar a disponibilizar o serviço na sua app.

Depois de a app Oscar e a Glovo terem feito parcerias com Biosurfit; covidtesterapido.pt e Inocrowd (respectivamente), chega a vez de a Uber Eats anunciar um acordo com a Unilabs para fazer testes à COVID-19 em casa.

Serviço limitado a três cidades

Contudo, e ao contrário das outras apps, este é um projecto-piloto ainda muito limitado: só está disponível nas «áreas metropolitanas de Porto, Lisboa e Guimarães» e, como salvaguardam as duas parceiras, «dependerá da disponibilidade de técnicos especializados no momento do pedido».

Para fazer este teste, um «técnico de colheitas devidamente habilitado da Unilabs» desloca-se até casa com «equipamento de protecção individual» explica a UniLabs.

O PCR custa 125 euros e os resultados são entregues em 24 horas; já o antigénio fica por 50 euros, com resultados prontos em quatro horas. O serviço está disponível para «todos os clientes particulares ou com seguros».

Onde estão os testes PCR e antigénio na Uber

O processo de pedir um teste PCR/antigénio COVID-19 para casa é um pouco confuso, por se basear na forma de pedir uma viagem TVDE: contudo, aqui temos de definir a nossa morada como ponto de recolha e de destino, ao mesmo tempo, no campo ‘Para onde?’ – teria sido mais simples usar a plataforma da Uber Eats.

©Uber
©Uber

Depois, na lista de serviços que aparece, basta seleccionar o teste PCR ou antigénio; depois, tocar em ‘Seguinte’ e em ‘Confirmar recolha’ e, depois de ler o texto que explica o pedido (está em inglês) deve tocar no botão ‘Confirmar’, mais uma vez.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].