©United Nations
©United Nations

Palavra do Ano 2020. Sem surpresas, lista das candidatas é dominada pela pandemia de COVID-19

Era previsível: a lista das dez candidatas a Palavra do Ano 2020 fica marcada por vocábulos relacionados com a pandemia de SARS-CoV-19, seis ao todo.

Em 2020, será de estranhar que a iniciativa da Porto Editora que elege a palavra não resulta na eleição de uma relacionada com a pandemia. Em dez, seis estão relacionadas com esta realidade; apenas quatro não estão ligadas directamente à COVID-19.

‘Saudade’, ‘sem-abrigo’, ‘digitalização’ e ‘discriminação’ são as outsiders que têm de competir com “pesos-pesados” como ‘pandemia‘, ‘confinamento’ ou ‘COVID-19’. No dia 4 de Janeiro, desfazem-se as dúvidas, mas é muito provável que a vencedora seja mesmo uma destas três palavras.

Como sempre, a lista da Porto Editora baseia-se nas sugestões feitas no site palavradoano.pt, nas pesquisas no Dicionário da Língua Portuguesa, na Infopédia e no «trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa da Porto Editora», lembra o promotor da iniciativa.

Ausências estranhas na Palavra do Ano 2020

A lista até podia ter sido totalmente dedicada à situação em que vivemos se, por exemplo, tivessem sido escolhidas outras palavras que reflectiriam melhor o ano de 2020, como ‘máscara’, ‘vacina’, ‘estado de emergência‘, álcool-gel’ ‘teletrabalho’ ou ‘infectado’ – não deixam de ser estranhas, estas ausências.

Pode ver aqui as dez palavras candidatas a ganhar em 2020 e fazer sua a votação para eleger a que sucede a ‘violência doméstica’, vencedora de 2019.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].