Hozga: a nova loja nacional de arte descomplicada tem quadros «acessíveis» para decorar a casa

©Hozga
©Hozga

Nasceu durante o confinamento e a sua missão é «decorar a casa com arte 100% nacional de forma acessível». A Hozga vende posters que vêm em molduras feitas à mão, em material reciclado.

A ideia foi de dois amigos amigos: Francisco Matalonga (engenheiro industrial) e James Bell (programador) começaram a falar sobre lançar um negócio quando viviam na Austrália e o resultado é a Hozga, que nasceu durante o período de confinamento. À dupla, juntou-se mais tarde, o consultor Duarte Teixeira e Silva.

O nome é inspirado no réptil osga, um «conceito simples de um animal associado às paredes», dizem os três amigos – estava criada a analogia perfeita com os quadros que vendem. No site, há mais de oitocentos posters e prints com vários temas (abstrato, natureza, ilustrações, vintage, cidades) de designers, ilustradores e fotógrafos portugueses.

Assim que escolhemos um design, podemos juntar a moldura (tudo no site, de forma virtual) e ver o resultado final antes de comprar. Os preços começam nos 10,95 euros (30 x 21 cm); contudo, podemos definir outros tamanhos, o que vai aumentar o preço, assim como juntar uma moldura feita em material reciclado (pelo menos, mais 11,95 euros) – há cinco cores à escolha.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].