Curtas Vila Conde 2019

Curtas: festival de cinema de Vila do Conde já tem toda a programação fechada para a edição de 2019

por • 19 Junho, 2019 • CinemaComentários fechados em Curtas: festival de cinema de Vila do Conde já tem toda a programação fechada para a edição de 2019569

O maior festival de cinema português e um dos maiores de curtas metragens da Europa anunciou a programação completa para a edição de 2019. Este ano há mais de 250 filmes para ver.

A 27ª edição do Curtas está fechada. A organização anunciou esta semana a programação completa daquele que é o maior festival de cinema em Portugal e um dos mais importantes de curtas metragens da Europa.

Em 2019 há «dezasseis filmes em estreia na competição nacional, cinco que marcaram o panorama do último ano e mais dezasseis de escola». Segundo a organização, estas curtas vão dar «um olhar transversal e transgeracional para o cinema que se faz, actualmente, no País».

O grande destaque deste festival de Vila do Conde é, claro, a Competição Nacional do Curtas onde vão concorrer dezasseis filmes com duração entre 6 e 34 minutos de realizadores como Diogo Baldaia, Sofia Bost, Maureen Fazendeiro, Alex Siqueira, Mariana Gaivão e André Marques.

A selecção de 2019 para a Competição Nacional vai ter ainda os mais recentes filmes de Rui Esperança (18), Vasco Saltão (Ave Rara), Miguel Afonso (Cenas de Uma Vida Amorosa), Francisco Valente (Lisboa, 2018) e da dupla Márcio Laranjeira & Sérgio Brás d’Almeida (Colmeal). Todas estas sessões de cinema são seguidas de uma conversa com os respectivos realizadores.

Numa competição com menos nomes a concurso (apenas cinco), a Selecção Panorama Português, vai ser possível ver, em retrospectiva, filmes que, «pela história, prémios ou percurso internacional se destacaram na produção recente do País», explica a organização do Curtas.

Aqui estarão em cena os filmes mais recentes de Susana de Sousa Dias (Fordlândia Malaise), Jorge Jácome (Past Perfect), Catarina Mourão (O Mar Enrola na Areia) Sílvia das Fadas (A Casa, a Verdadeira e a Seguinte, Ainda Está por Fazer) e Helena Estrela (Bela Mandil).

Estes foram filmes que já passaram por outros encontros de cinema como a Berlinale ou o IndieLisboa – aliás, as curtas de Jorge Jácome e de Silvia das Fadas foram mesmo premiadas neste último festival.

Para a competição de filmes feitos por escolas, a Take One!, temos mais dezasseis filmes, «produzidas por alunos portugueses em escolas nacionais e estrangeiras», além de uma «carta branca» (selecção de filmes sem controlo do festival) dada a João Nicolau, para comemorar os vinte anos da sua Agência da Curta Metragem.

Finalmente, nas competições, há uma secção dedicada à relação da música com a imagem, em que estarão em concurso cinco videoclips realizados para bandas as bandas Sinkane (Everybody), Vessel (Paplu), Throes + The Shine (Balança), HHY & The Macumbas (Swisid Mekanize Rejiman) e Sensible Soccers (Chavitas).

Fora da competição também vai haver muito para ver no curtas Vila do Conde 2019. Há sessões especiais sobre cinema português dedicadas à obra de Carlos Conceição e Todd Solondz, aos cinquenta anos do aniversário da morte de José Régio e ao centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen.

A 27.ª edição do Curtas recebe também sessões especiais com filmes de Manoel de Oliveira e João César Monteiro, uma nova secção chamada Cinema Revisitado onde vamos poder ver obras restauradas e a passagem dos filmes-concerto de Thurston Moore: The Heliocentrics e Montanhas Azuis.

No primeiro fim-de-semana do Curtas, temos também a estreia do documentário que assinala os vinte cinco anos do lançamento disco dos Mutantes S 21 dos Mão Morta, a que se segue uma conversa com a banda moderada pelo escritor Valter Hugo Mãe.

A secção Da Curta à Longa recebe ainda a antestreia dos dois primeiros episódios da primeira série da dupla Marco Leão e André Santos: Luz Vermelha, um filme inspirado na história das Mães de Bragança com Margarida Vila-Nova, Afonso Pimentel, Joaquim Monchique e Sara Norte nos principais papéis.

Entre as actividades paralelas do Curtas, conta-se a competição internacional com obras estrangeiras, uma competição experimental e uma secção infanto-juvenil com cinema (a Curtinhas) e oficinas pensadas para crianças, jovens e famílias.

O programa completo do Curtas Vila do Conde 2019, que acontece entre 6 e 14 de Julho nesta cidade do Norte de Portugal, pode ser consultado neste PDF oficial do festival. O site do Curtas tem mais informações complementares, aqui.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish