Surf At Lisbon Film Fest 2018

SAL 2018: guia completo para festival de cinema surf que vai apanhar ondas no São Jorge

por • 30 Outubro, 2018 • Cinema, Exposições, LazerComentários fechados em SAL 2018: guia completo para festival de cinema surf que vai apanhar ondas no São Jorge1091

É já este fim-de-semana que o festival internacional de cinema de surf SAL, o Surf At Lisbon Film Fest, está de volta ao São Jorge com vários filmes sobre este desporto.

É inegável que o País é uma das “mecas” do surf mundial: temos as maiores ondas no Mundo na Nazaré, o campeonato mundial da WSL a passar pelos SuperTubos de Peniche, Matosinhos, Guincho, Carcavelos, Costa da Caparica, Arrifana e Amado.

Mas há muitas mais praias onde a cultura dos surf em Portugal vive todo o ano e atrai camps, retiros e road trips de praticantes de toda as variantes deste desporto, que vai fazer parte das olimpíadas de 2020, em Tóquio.

É neste contexto que arranca a sétima edição do Surf At Lisbon Film Fest (SAL), este ano de 1 a 4 de Novembro no sítio do costume: o Cinema São Jorge.

A organização, a cargo da Salac (Surf At Lisbon Associação Cultural), diz que esta edição tem um cartaz «recheado de excelentes produções nacionais e internacionais» e que há um reforço da «aposta num olhar mais abrangente e alternativo no universo do surf mundial».

Os filmes do SAL 2018

A sétima edição do Surf At Lisbon Film Fest vai ter, ao todo, 36 curtas metragens e 12 longas metragens. A organização, que já teve acesso a todos os filmes, garante que, este ano, se nota uma «clara evolução no profissionalismo e nível de produção com que, actualmente, estas obras são encaradas».

Um dos grandes destaques vai para a sessão de abertura, que vai ter uma produção portuguesa em estreia: O Puto Dapin. O filme homenageia a vida e carreira da «primeira grande referência do surf moderno competitivo em Portugal», João Alexandre.

Outro destaque da organização vai para Andy Irons – Kissed by God, um filme apresentado pela marca Billabong e que nos conta a história do lado menos conhecido da «vida precocemente interrompida de um ícone do surf mundial», que chegou a ser o tri-campeão.

Também com o cunho da Billabong vai estar no SAL o filme Vague à l’ Âme, com Shane Dorian e Benjamin Sanchis. Momentum Generation, de Jeff e Michael Zimbalist, é mais um filme obrigatório: é sobre a «geração de ouro do surf dos anos 90, desde Kelly Slater, passando por Rob Machado ou Shane Dorian».

Além destes destaques, a organização lembra que há vários filmes portugueses no SAL, como Movement – A Journey Into Creative Lives, de Tobias Ilsanker ou Here & Now, do surfista nacional Miguel Blanco.

A programação de todos os filmes presentes no SAL 2018 pode ser vista em separado para os dias 1 e 2 de Novembro e para os dias 3 e 4 de Novembro.

Este ano, o painel de jurados vai ser composta por Diogo Alpendre, Miguel Bretiano, Pedro Falcão, Eurico Gonçalves, Inês Ambrósio, João Neto, e Mauro Motty.

Actividades paralelas do SAL 2018

Nem só de filmes vai viver o sétimo Surf At Lisbon Film Fest: vai haver alguns eventos paralelos com o objectivo de «cruzar várias formas de arte, como a ilustração, a fotografia ou a música».

No São Jorge vamos poder ver duas exposições fotográficas: uma de João Paulo Serafim, com ilustrações de João Catarino, e outra com imagens impressas em cianotipia (um processo de impressão fotográfica em tons azuis) de Inês Ambrósio.

Ainda neste campo, Ricardo Bravo, um especialista em fotografia de surf, vai dar um workshop neste tipo de trabalhos; o fotógrafo junta-se todos os anos à Canon para fazer este workshop durante as etapas nacionais do campeonato de surf.

Finalmente, a artista plástica Lizzy vai fazer ilustrações feitas ao vivo em cima de uma prancha longboard de madeira, «numa iniciativa da EGEAC em parceria com SAL», sublinha a organização.

Comprar bilhetes para o SAL 2018

Os bilhetes para edição deste ano do Surf At Lisbon Film Fest têm várias modalidades de compra e podem ser comprados no São Jorge ou na TicketLine, como é habitual. Aqui ficam as diferentes opções:

Sessões de Curtas Metragens: 2,5 euros
Pack 4 dias/8 sessões: 25 euros
Pack 5 sessões: 18 euros
Bilhete normal: 4 euros
Bilhetes -25 ou +65 anos: 3,5 euros

Como chegar ao SAL 2018 no Cinema São Jorge

Desta vez, e ao contrário de festivais como o MOTELX, não há parceiros de mobilidade associados a SAL, como a DriveNow. Sendo assim, a alternativa a levar o automóvel para a Avenida da Liberdade são os transportes públicos.

Pode chegar a Lisboa (zona da Baixa/Restauradores/Rossio) de comboio, pela CP: depois é só subir um pouco até ao São Jorge. Se escolher o Metro, pode sair nas estações Avenida ou Restauradores; de autocarro Carris, há várias carreiras que param mesmo em frente ao cinema, como a 746, a 711, a 736.

Contudo, se não estiver a chover durante as horas em que se queira deslocar ao SAL 2018 no São Jorge pode ainda usar as plataformas de mobilidade partilhada como as bicicletas Gira (há uma estação mesmo ao lado do cinema) ou as trotinetas eléctricas da Lime.

Links úteis

Página de Facebook do SAL
Conta de Instagram do SAL
Trailers de todos os filmes do SAL 2018
Site oficial do SAL