Krups The Sub

Review: Krups The Sub

por • 23 Julho, 2018 • Estrelas TRENDY ⭐️Comentários fechados em Review: Krups The Sub926 •

Design : 97%

Utilidade : 98%

Inovação : 98%

Qualidade : 98%

Preço: 99%

A The Sub é uma máquina de sonho para quem quer impressionar os amigos e tirar umas imperiais em casa.

Resumo:

As máquinas de café caseiras com cápsulas começou há cerca de dez anos e revolucionou a forma como hoje consumimos esta bebida. E se o mesmo acontecesse com a cerveja?

Lembro-me de, logo no princípio da febre das máquinas de café, ter comprado uma para cápsulas Nespresso e de me ter custado quase 250 euros. Curiosamente, era uma Krups, com aquele formato ogival.

Hoje em dia são quase dadas quando compramos um número determinado de cápsulas. Sumos com gás também já são possíveis de fazer com a Sodastream. Mas havia uma bebida “essencial” à vida que estava fora deste mercado: a cerveja, claro.

Quando vi que a Heineken e a Krups tinham criado a The Sub, as nuvens desapareceram do céu e o sol brilhou. Foi um sinal divino: estava criada a máquina de imperiais com o mesmo conceito das de café expresso com cápsulas.

Com um aspecto cilíndrico e ainda grandote (quase 50 cm de profundidade), a Krups The Sub usa barris de cerveja (há várias marcas; Heineken incluída, claro) chamadas Torp com dois litros (preços a partir de 6,60 euros), o que dá sensivelmente para oito a dez imperiais.

Actualmente, há onze Torps de marcas como Affligem, Pelforth, CruzCampo, Desperados ou a H41 Wild Lager da Heineken (estas duas últimas são a smais caras: 8 euros).

Assim que comprar um Torp (online, em pt.the-sub.com/pt/cervejas) ponha-o logo no frigorífico (ou, se quiser acelerar o processo, no congelador, embora não seja recomendado) para que a máquina não demore muito tempo a gelar a cerveja.

Não se esqueça de que a cerveja tem de estar bem fresquinha e de que arrefecer a bebida é um processo muito mais lento que aquecer água para tirar um café. No livrinho de instruções está tudo nem explicadinho.

Se não o fizer, conte com cerca de dez horas até que tudo fique pronto. Por isso, se vai ter festa ao final da tarde, e pela noite dentro, o melhor é ligar a máquina logo de manhã e ter uns Torp de reserva no frigorífico para ir mudando quando a cerveja começar a voar da The Sub.

Isto é o maior problema desta máquina: levar muito tempo a gelar a cerveja, caso não possamos colocar um Top no frigorífico. Contudo, compreendamos perfeitamente tratar-se de uma limitação tecnológica que, a ser mais desenvolvida, iria tornar o custo da The Sub muito menos acessível.

Aliás, basta lembrar um episódio dos Caçadores de Mitos em que Adam Savage e Jamie Hyneman fizeram trinta por uma linha para tentar encontrar o método mais rápido de gelar uma cerveja. Ambos construíram sistemas complicadíssimos e nada práticos – por aqui se vê como é complicado ter uma forma rápida e simples de fazer isto.

Com tudo a funcionar bem, e quando a luzinha estiver verde, pode começar a festa: é sacar imperiais como um verdadeiro barman, com o copo na inclinação típica de 45 graus e os amigos com a inclinação típica de quem passou a tarde a beber o resultado desta máquina genial.

pt.the-sub.com | €169

Artigos Relacionados

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish