A mais recente plataforma de trotinetes eléctricas a chegar a Portugal vai dar borlas em viagens durante um dia e descontos durante uma semana.

Como já aconteceu com a Peugeot e Honda, também a Opel pegou num automóvel clássico e transformou-o num eléctrico, onde as linhas originais se misturam com detalhes futuristas.

Para já, há dois hipermercados onde vai ser possível carregar automóveis eléctricos a partir de 1 cêntimo por minuto: são os novos Continente Plug&Charge.

Os últimos meses têm sido pródigos em mudanças de nome de serviços de mobilidade. A Flash vai ser a quarta marca a fá-lo e já há uma nova designação: Circ.

A eCooltra e Moovit tornaram-se parceiras em Lisboa. Para comemorar o acordo, há um novo código que dá 45 minutos grátis.

A brasileira Bungo é a quinta marca de trotinetas eléctricas a chegar a Lisboa, juntando-se assim a Lime, Hive, Voi e Tier. Para já, apenas estão disponíveis 65 veículos em Lisboa.

A concorrência entre as plataformas de mobilidade alternativa começa a estalar no princípio de 2019. A MyTaxi abre as hostilidades com um novo código que dá 60% de desconto.

A EMEL não perdoa o estacionamento ilegal em algumas zonas de Lisboa. A Chauffeur Privé soube aproveitar isso para a sua mais recente campanha.

Depois de ter passado um mês a dar descontos de 50%, a mais recente app de mobilidade de Lisboa continua com as borlas até 4 de Novembro com um novo código.

A Emov permite que se deixe o automóvel estacionado em «áreas reguladas», leia-se, em zonas de parquímetros de EMEL, mas há algumas zonas proibidas.

PS, PSD e CDS votaram a favor da lei da Uber e, desta forma, fizeram com que a mesma fosse aprovada. PCP, BE e Os Verdes votaram contra. O PAN absteve-se.

Lisboa vai passar a ter mais uma rede de car-sharing a partir de Abril. Tal como acontece com a DriveNow, que tem por trás a BMW, a Emov também é "filha" de uma marca de automóveis: a Citroën.