A marca portuguesa Cooka’s Cookies será a «primeira marca de pastelaria para animais 100% natural», com biscoitos, guloseimas e refeições frescas que os donos também podem comer.

O Burger King criou um biscoito para cães que pode ser incluído num pedido de entrega em casa. O Dogpper custa dois euros e sabe a carne grelhada.

A Bolt é a segunda operadora de TVDE em Portugal a criar uma modalidade especial para viagens com animais. A taxa é quatro vezes mais baixa que a da Uber.

O LoureShopping começa a autorizar a entrada de cães no centro comercial em Janeiro de 2022; depois, cada loja terá de decidir se também será dog friendly.

Com o assinatura 'Proper food for pets', os alimentos húmidos, snacks e biscoitos para cães e gatos da marca britânica Lily's Kitchen são feitos com «ingredientes autênticos e preparados frescos».

A agência de viagens online eDreams fez um inquérito a nível europeu e concluiu que 55% dos portugueses que têm animais de estimação gostariam de viajar com o cão ou o gato.

Criada em 2020 por Joana Carido da Cunha e Rita Nova, a Ruff Dog tem uma linha de comida BARF: Biologically Appropriate Raw Food.

Segundo a Barkyn, o facto de o Home analisar os hábitos de refeições dos animais e "aprender" com eles, faz com que se evitem «doenças nutricionais associadas à alimentação, como a diabetes e a obesidade».

A marca portuguesa Dashi lançou coleiras, trelas e arnês "ilustradas" com as personagens das histórias de Popeye.

O Marriott de Lisboa, que já tinha anunciado esta possibilidade em Janeiro de 2020, renovou o conceito para a temporada de Outono/Inverno.

O site PetSharing.pt quer ainda «sensibilizar a comunidade para a importância de ajudar animais». E isso, segundo a Purina, «nem sempre passa apenas pela adopção».

A Pawbo anunciou três novos gadgets que podem facilitar a nossa relação com animais de estimação, sendo que dois deles servem para conhecermos a sua localização em tempo real.