Cozinha crioula do Perú está de volta ao Segundo Muelle com receitas de avós, tias e mães

©Segundo Muelle
©Segundo Muelle

O restaurante peruano Segundo Muelle regressou às origens. Depois de sucessivas cartas com pratos de fusão e com inspirações mais actuais, está de volta a cozinha de casa.

É um back to basics no Segundo Muelle. O restaurante peruano de Lisboa (que fica nos Cais do Sodré) tem uma nova carta, influenciada pela «cozinha crioula, a cozinha de casa», diz o chef Daniel Manrique.

Os pratos são, assim, alguns dos mais tradicionais do Perú, com receitas «sobretudo de mulheres», mães, avós, tias, que, segundo o chef, fazem «diariamente milagres de sabor no calor das suas cozinhas e os guardam como tesouros para as gerações seguintes».

Ao todo, são onze as novidades, incluindo duas bebidas: o Whisky Sour (com sumo de lima e clara de ovo) e o Pisco Sedución (com chocolate e também clara de ovo); apesar de a inspiração peruana estar bem definida, Daniel Manrique assume que também há influências «mediterrânicas e orientais».

©Segundo Muelle
©Segundo Muelle | O Taco Camarones y Pulpo é a única nova entrada no Segundo Muelle.

Nas entradas, apenas uma novidade: o Taco Camarones y Pulpo, uma tortilha com polvo, camarão com ají panca, abacate e molho acebichado; nas sobremesas, duas: Helado de Lúcuma e Quente y Frio de Chocolate e Helado de Lúcuma, ambos com esta fruta originária do Perú de formato arredondado e polpa amarela.

Mas é nos pratos principais que a cozinha crioula e das receitas de família se mostram mais, com seis novos pratos de carne e peixe: Cebiche Ají Amarillo, Salmón a la Plancha, Linguíni Vegetariano, Tacu Tacu com Picante de Mariscos, Arroz Chalaco com Mariscos e Quinoto de Champinones (vegetariano e apenas no Menu Executivo).

O Segundo Muelle está aberto todos os dias: Sexta e Sábado das 12 à meia-noite; e de Domingo a Quinta, até às 23:30. Para reservas pode usar o número de telefone 931 169 158.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].