Teatro Nacional D. Maria II abre candidaturas para residências artísticas com bolsas de sete mil euros

©Mostafa Meraji
©Mostafa Meraji

Antecipar o Futuro. É este o nome (e também o mote) do novo programa de residências para jovens artistas, que tem lugar n’ O Espaço do Tempo, em Montemor-o-Novo, no Verão.

O Teatro Nacional D. Maria II e o pólo cultural O Espaço do Tempo estão a promover uma iniciativa de residências artísticas com «foco na pesquisa e investigação», destinada a «jovens artistas».

Desenvolver um projecto sem pressão

As candidaturas têm de ser feitas até 20 de Março; a 6 de Abril há uma sessão de entrevistas com os pré-seleccionados e, a 13 de Abril, são anunciados os dois vencedores que recebem sete mil euros, cada, para desenvolver os seus projectos em Montemor-o-Novo, n’O Espaço do Tempo.

Estas residências artísticas decorrem entre Junho e Julho, com os eleitos a poderem «juntar uma equipa para desenvolver ideias e conceitos, sem a pressão de terem de criar um espectáculo», explica o Teatro Nacional D. Maria II.

©Max Kopylovich
©Max Kopylovich | O Espaço do Tempo fica no restaurado Convento da Saudação em Montemor-o-Novo (Évora).

Residências artísticas com tudo pago

O prémio inclui, além dos sete mil euros, «pagamento de despesas de transporte, alojamento e alimentação para um máximo de cinco participantes por residência».

Ainda este ano, os resultados destas residências artísticas vão poder ser apresentados na mostra Antecipar o Futuro, que acontece sem Setembro, no arranque da temporada 2022/23 do Teatro Nacional D. Maria II.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].