Tira-teimas: o Spotify tirou mesmo a função de ‘Shuffle’ dos álbuns a pedido de Adele?

©Adele
©Adele

Na última semana, a cantora Adele revoltou-se no Twitter contra a funcionalidade de reprodução aleatória que o Spotify tem nos álbuns. A app respondeu: «Anything for you». Mas será que cumpriu mesmo a promessa.

A resposta é ‘sim’ e ‘não’. De facto, houve, durante o passado fim-de-semana, uma troca de tweets entre Adele e o Spotify, onde a cantora criticou o facto de haver a funcionalidade de ‘Shuffle’ estar associada ao botão ‘Play’ dos álbuns.

«Este é o único pedido que faço na nossa indústria em constante mudança. Não fazemos álbuns com tanto carinho e a pensar tanto na ordem das músicas sem razão. A nossa arte conta uma história e as nossas histórias devem ser ouvidas como nós entendemos. Obrigado, Spotify, por ouvirem», escreveu Adele no Twitter.

Apenas duas horas depois, a conta de Twitter do Spotify respondia com uma imagem do novo álbum de Adele, 30, onde se pode ver um botão de ‘Play’ sem o ícone das duas setas cruzadas, ou seja, sem a funcionalidade de Shuffle. Com as imagens que provam a mudança, uma frase: «Tudo por ti».

©Spotify
©Spotify | A app tirou mesmo a funcionalidade de Shuffle do botão de ‘Play’, a pedido de Adele mas…

Esta é a parte do ‘sim’, à pergunta que fazemos no título. É verdade que o Spotify retirou o Shuffle, mas nem todos os os utilizadores vão poder ter acesso a esta mudança – e esta é a parte do ‘não’.

Na verdade facto, só quem tem conta Premium é que vai poder ouvir álbuns sem Shuffle. Quem tiver uma conta gratuita do Spotify, continua a não poder ouvir um disco da forma como os artistas entendem, como criticou Adele.

©Spotify
©Spotify | … a verdade é que os utilizadores Premium podem continuar a ouvir 30 e todos os álbuns de forma aleatória.

Contudo, o botão Shuffle não desaparece por completo dos álbuns, para os utilizadores Premium. Se entrarmos no ecrã ‘A reproduzir do álbum’, onde estão os controlos da música, continuamos a poder tocar neste botão – é logo o primeiro, a contar da esquerda, como se pode ver na imagem em cima.

Ainda assim, e em pouco dias, esta acaba por ser a segunda novidade apresentada pelo Spotify, depois de mostrar as letras das músicas em tempo real, uma funcionalidade que estava a ser testada há alguns meses e que a Apple já tem na sua app há alguns anos.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].