Pobre.TV: a alternativa ilegal ao MrPiracy de séries e filmes já está online e promete «revolucionar»

©Pobre.TV / DR.
©Pobre.TV / DR.

Chegou a estar prometido para 7 de Outubro, no mesmo dia em que o MrPiracy encerrou, mas só esta semana é que a Pobre.TV ficou on-line.

A alternativa ilegal ao MrPiracy para ver filmes e séries online que, originalmente estreiam no cinema ou nas plataformas de streaming HBO, Netflix, Amazon Prime, Apple TV+ ou Disney+, já está disponível.

Depois de o site MrPiracy ter encerrado, foi de imediato anunciada uma nova forma de aceder a filmes e séries pirata online, a partir de um browser, e sem ser necessário fazer um registo ou qualquer download de software.

O Pobre.TV tinha data de “estreia” marcada para 7 de Outubro, mas no mesmo dia, uma nova contagem decrescente acabou por adicionar mais sete dias à data de disponibilização do site, o que aconteceu este semana.

©PobreTV / DR.
©PobreTV / DR. | Os responsáveis alertam para alguns problemas: «É uma versão para “desenrascar” os utilizadores, irá tudo ser resolvido brevemente»

Um site pirata com funcionalidades pagas e… premium

«Durante os próximos anos vamos tentar revolucionar Portugal, esperemos que fiquem aqui todos para ver o potencial desta nova era. Usamos o nome pela originalidade (…) grande parte da população de Portugal simplesmente não consegue ter acesso a todos, e o pobre.tv vai ser grátis para sempre», escrevem os responsáveis num comunicado que pode ser lido no site.

Segundo os mesmos, este projecto de streaming ilegal (que fica com todos os conteúdos do MrPiracy, inclusive a informação de contas dos utilizadores) será financiado por publicidade.

Os responsáveis prometem ainda um «serviço premium» pago nas próximas semanas, com acesso aos softwares de reprodução multimédia Kodi e Emby, assim como «experiência sem anúncios».

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].