Pedro Penim: «É na comunidade LGBT que estão as linhas de pensamento mais relevantes e inspiradoras»

©Filipe Ferreira - TNDMII
©Filipe Ferreira - TNDMII

Na apresentação da temporada 21/22 do Teatro Nacional D. Maria II, Tiago Rodrigues passou o testemunho a Pedro Penim. O futuro director artístico vem à procura de um «espaço de desconforto».

Pedro Penim assume o cargo de director artístico do Teatro Nacional D. Maria II (TNDMII) em Novembro, mas a temporada de 21/22 ainda não vai reflectir a sua visão para este, que é um dos principais pólos de cultura do País.

Tiago Rodrigues, que sai para dirigir o Festival de Teatro de Avignon, assina, assim, a sua última temporada no TNDMII e a sessão de apresentação que aconteceu ontem no salão nobre do teatro serviu também como passagem de testemunho para Pedro Penim.

O futuro director artístico relembrou o seu estágio no TNDMII, o que faz com este seja um regresso a uma casa onde foi «muito feliz pessoal e profissionalmente». Pedro Penim vê este desafio como a chegada a um «espaço de desconforto» e assume que está a aceitar um cargo «político, com responsabilidade ética e social».

TNDMII com um programa de pluralidade para 22/23

Pedro Penim deixou ainda bem claro quais são os seus principais objectivos: «Não quero programar para a minha geração, que ter uma programação transgeracional. A cena cultural em Portugal é diversa, e o TNDMII deve ser a imagem disso. Este mandato será de pluralidade e não sectário».

©Filipe Ferreira
©Filipe Ferreira | Tiago Rodrigues apresentou a sua última programação como director artístico do TNDMII.

O director artístico vê ainda esta oportunidade para promover os direitos LGBT, apesar de assumir que não estará no cargo para «defender» este sector da sociedade. Ainda assim, Pedro Penim disse que é na comunidade LGBT que estão as «linhas de pensamento mais relevantes e inspiradoras» da actualidade, em Portugal.

A ideia passa por fazer com que o TNDMII seja uma «casa com visão de futuro que se espalha para todo o território nacional» e que seja um “farol” para uma «sociedade mais igualitária».

Eunice Muñoz: oitenta anos de carreira em Novembro

Discurso de “tomada de posse” à parte, a temporada de 21/21 do TNDMII começa a 23 de Setembro com Andy, a estreia mundial da primeira criação para teatro do Gus Van Sant, com preços a começar nos nove euros.

Ao longo do ano, o teatro será ainda ao ponto de passagem para vários festivais, como o Alkantara, o FIMFA Lx, o Amostra e o Feminist Futures, assim como dos projectos que Boca Aberta, Presente! e PANOS – Palcos Novos, Palavras Novas. Em Novembro chega ainda uma homenagem a Eunice Muñoz, que comemora oitenta anos de carreira. Todos os detalhes sobre a temporada 21/22 do TNDMII podem ser vistos aqui.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].