Será a Hermès portuguesa? Ownever “cola-se” à marca francesa de luxo com malas em bio-leather

©Ownever
©Ownever

Há uma nova marca nacional de acessórios de luxo, com foco na sustentabilidade. A Ownever quer ser a Hermès portuguesa.

As malas são todas em preto e feitas à mão por artesãos portugueses. Aqui não há pele animal envolvida, as tintas são vegetais e até a embalagem é sustentável, em algodão orgânico. A Ownever é uma nova marca nacional que propõe acessórios de luxo com atenção ao ambiente.

Para a fundadora, Eliana Barros, era impossível «não pensar em sustentabilidade» ao criar uma marca: «Acredito que existe oportunidade para novos designers mostrarem a sua capacidade de inovar, por isso espero levar a Ownever no caminho da ética e das boas práticas da indústria».

A Ownever é “colada” pela própria a uma marca francesa: Eliana Barros chama-lhe a «nova Hermès», cujo objectivo é «criar malas de luxo a um preço mais acessível» (a mais cara custa 550 euros, quando um modelo Hermès ronda os cinco/seis mil euros) e que não passarão de moda: «Irá ser companhia para uma vida».

Preto garante a intemporalidade, numa mala de 550 euros

Todas em bio-leather, e feitas apenas por encomenda, as primeiras cinco malas e carteiras da Ownever são inspiradas no «estilo de vida francês» e em ícones da moda – Françoise Hardy ou Emmanuelle Alt. As malas recebem nomes de bairros de Paris: Montmartre, Saint-Germain, Marais, 11th e 7th.

©Ownever
©Ownever | A mala Montmartre é a mais cara: custa 550 euros.

«Sou defensora do slow fashion e do design simples que dure uma vida, por isso esta colecção foi lançada exclusivamente em preto, que é a cor que garante mais intemporalidade», explica Eliana Barros.

As novas malas e carteiras da Ownever podem ser compradas na loja online da marca, com preços entre os 260 e os 550 euros.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail rdurand[email protected].