©Ajitama Ramen Bistro - Tonkotsu

Ajitama Ramen Bistro segue a tendência do momento e começa a fazer entregas com a Uber Eats

por • 16 Março, 2020 • RestaurantesComentários fechados em Ajitama Ramen Bistro segue a tendência do momento e começa a fazer entregas com a Uber Eats800

O primeiro aniversário Ajitama Ramen Bistro caba por coincidir com o período de isolamento social devido à pandemia do Coronavírus, mas há uma alternativa para provar (ou repetir, em casa) aquele que será o melhor ramen de Lisboa. E com dedinho da Uber Eats.

No dia 5 de Março, o Ajitama fez um ano, apresentou mais pratos na carta e nós estivemos entre os convidados especiais para provar os novos ramens picantes que os fundadores António Carvalhão e João Ferreira decidiram adicionar à carta.

Foi um jantar em que os dois responsáveis partilharam algumas novidades, ainda longe de se saber que o país se preparava para entrar em isolamento social por causa do risco de contágio pelo COVID-19. Uma delas era o serviço de take-away, que já funciona, e agora surge mais uma.

Encomendas no Ajitama sem taxa de entrega até 31 de Março

Para que este momento de isolamento não impeça os fãs de ramen de provar aquele que será o melhor de Lisboa (aliás, este jantar de aniversário também serviu para confirmar esta nossa teoria), o Ajitama abriu um serviço de entregas em casa, que tem estado a ser uma estratégia de outros restaurantes.

Aqui, os responsáveis contam com a ajuda da Uber Eats, que assegura parte das entregas. Além disso, há uma equipa própria de estafetas que complementa este serviço, onde podemos pedir ramen e gyozas (incluindo as novidades picantes, sobremesas e bebidas) e tem entregas gratuitas até final de Março. Quem conhecer a carta pode fazer a encomenda por telefone (pode vê-lo aqui) ou usar o formulário que está no site.

Entregas de ramen apenas disponíveis em Lisboa Cidade

Se pedir um ramen por telefone, a refeição é paga no acto de entrega; se for pelo site, pode fazer logo o pagamento via Apple Pay ou com cartão de crédito. As encomendas podem ser feitas entre as 12 e as 23:30, todos os dias.

Apesar de não cobrar taxa de entrega com o serviço dos seus estafetas, o Ajitama cobra um euro pela embalagem de transporte de cada prato principal e cinquenta cêntimos pelos das entradas e das sobremesas – estes valores já estão incluídos nos preços de cada opção.

Em relação à área de entrega, para já este serviço contempla apenas o Lisboa Cidade, mas em breve pode mudar: «Já recebemos vários pedidos para fora da capital e iremos estudar a possibilidade de ir ao encontro dessas necessidades dos consumidores», diz António Carvalhão.