Sabotage Club

O ‘adeus’ ao Sabotage Club: discoteca de Lisboa deve fechar por causa de alojamento local

por • 9 Setembro, 2019 • MúsicaComentários fechados em O ‘adeus’ ao Sabotage Club: discoteca de Lisboa deve fechar por causa de alojamento local253

Foi o jornal Público que avançou com a notícia e, pouco depois, os responsáveis pelo espaço enviaram um comunicado onde explicam o futuro «incerto» do Sabotage.

É um dos clássicos dos Cais do Sodré. O Sabotage Club (uma discoteca onde nos acostumámos a ouvir rock e concertos mais alternativos) está em vias de fechar as portas, confirmaram os responsáveis.

Depois de uma informação avançada pelo Público, José Maria Sousa e Ana Paula Flores, os dois dos fundadores do Sabotage assumem que há uma «forte possibilidade» de o Sabotage fechar portas «nos próximos meses».

A razão tem que ver com a decisão do dono do edifício onde está a discoteca querer transformar espaços de escritório em alojamento local: «Actualmente o proprietário pretende dar-lhe justificadamente um uso mais rentável – o de Residências Turísticas – tornando incompatível a coexistência das duas actividades».

Esta mudança vai mesmo avançar e o Sabotage deve apenas ficar no mesmo local até que o proprietário consiga as «devidas licenças» para concretizar a reconversão do edifício.

«Seria do nosso total interesse a permanência no imóvel que recuperámos, mas estamos neste momento apenas dependentes do tempo, logo é algo que está fora do nosso alcance», dizem José Maria Sousa e Ana Paula Flores.

O Sabotage foi inaugurado em Abril de 2013, depois de os fundadores terem recuperado o espaço que estava em «ruínas e encerrado há duas décadas» – a altura foram precisas «obras avultadas para fazer a reabilitação», lembram os mesmos.

José Maria Sousa e Ana Paula Flores dizem que já recorreram à Câmara Municipal e a Juntas de Freguesia de Lisboa para apoiarem o realojamento do Sabotage, mas até agora ainda não foi encontrado um novo espaço.

Os dois fundadores concluem o comunicado enviado às redacções com um pedido de ajuda: «Gostaríamos de lançar o repto a jornalistas, músicos, editores, agentes, clientes, amigos do Sabotage e a todos os que nos lerem, caso tenham sugestões de espaços, entrem em contacto pelo e-mail [email protected] ou via Facebook».

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish