Musa Peste e Sidra
Musa Peste e Sidra

Musa lança sidra biológica com festa no Ferroviário e um nome de génio: Peste & Sidra

Mais uma novidade e um nome de tirar o chapéu à Musa, a cervejeira artesanal que baptiza as suas criações com trocadilhos ligados à música. Desta vez não é cerveja, mas uma sidra: a Peste & Sidra.

Das cervejas para as sidras. Está feita a estreia da Musa fora do mundo da cerveja com uma nova bebida, a primeira do seu género no portfólio da marca e também a primeira a homenagear uma banda portuguesa.

A noiva criação da Musa chama-se Peste & Sidra e, claro, é uma referência à banda punk portuguesa Peste & Sidra fundada em 1986, actualmente formada por João San Payo, João Almendra, João Alves e Sandro Dosha.

Esta nova bebida da Musa é feita em parceria com a francesa La Chouette e é descrita pela cervejeira como «autêntica e refrescante». Mas a Musa vai mais longe: «Esta sidra é punk engarrafado».

Sem açúcares adicionados e 100% biológica, a Peste & Sida tem 4% de álcool e vai ser lançada numa festa que vai acontecer no Clube Ferroviário (Santa Apolónia, Lisboa).

A entrada é livre e quem for vai poder assistir a um DJ set com músicas da banda que lhe serve de inspiração: os Peste & Sida. A música começa a tocar por volta das 19 horas de 19 de Julho.

Se quiserem ir “aquecendo os motores”, fica aqui a recordação de uma das músicas mais emblemáticas dos Peste & Sida, um autêntico hino de Verão do final dos anos 80, princípio dos anos 90: Aqui Vou eu Para a Costa (álbum Portem-se Bem, 1986).

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].