Emov Citroen C-Zero

Citroën vai inaugurar rede de car-sharing em Lisboa só com automóveis eléctricos

por • 19 Março, 2018 • Mobilidade AlternativaComentários fechados em Citroën vai inaugurar rede de car-sharing em Lisboa só com automóveis eléctricos1751

A Emov vai ser o próximo car-sharing a chegar a Lisboa. Com o cunho da Citroën, esta rede de automóveis junta-se à CityDrive e à DriveNow, da BMW.

Lisboa vai passar a contar com mais uma plataforma de car-sharing, já a partir de Abril. Tal como acontece com a DriveNow, que tem por trás a BMW, a Emov também é “filha” de uma marca de automóveis: a Citroën.

Contudo, há uma característica que diferencia o serviço da Emov, quer da DriveNow, quer da CityDrive (que tem uma frota de Skoda Fabia e Opel Adam).

A rede de automóveis da Citroën vai ter apenas veículos eléctricos (150 unidades), em concerto os C-Zero, carros relativamente pequenos (quase do tamanho de Smarts For Four) com quatro lugares.

Para reservar e usar um automóvel é preciso usar a app Emov, que está disponível para iOS e Android, associar um método de pagamento e depois procurar um automóvel no mapa, que esteja perto. Depois da reservar um C-Zero temos vinte minutos para entrar na viatura: a app permitirá abrir o automóvel sem ser necessária chave.

Os 150 Citroën C-Zero estão em regime de free floating, ou seja, como qualquer automóvel da DriveNow e da CityDrive: estacionados nas ruas da cidade e não numa estação ou local específico.

Como nos outros serviços, a Emov também permite que se deixe o automóvel estacionado em «áreas reguladas», leia-se, em zonas de parquímetros de EMEL.

Apesar de o Grupo PSA (que detém a Peugeot e a Citroën) ter dito em comunicado que a inscrição é gratuita numa primeira fase, quem fizer o download da app e tentar inscrever-se já, vai ser confrontado com um pagamento de 9,15 euros.

App Emov - 19 Março

Isto acontece porque a PSA ainda não localizou a aplicação para Portugal, o que faz com que o sistema esteja a identificar um registo como se fosse para usar a plataforma espanhola.

Pelo mapa apresentado na aplicação Emov, pode ver-se que a área coberta se centra em Lisboa com limites em Pedrouços, Carnide, Avenida Almirante Gago Coutinho e Zona do Colégio D. Maria Pia (Xabregas).

Depois, há outra zona, a do Parque das Nações, onde também vai ser possível deixar um automóvel da Emov: desde a Avenida Almirante Gago Coutinho até à Ponte Vasco da Gama, com o limite da Avenida Infante D. Henrique a Norte.

Tal como nos outros serviços, é possível usar ao automóvel fora da área de cobertura, mas não pode terminar uma viagem fora da mesma, o que obriga sempre a deixar o C-Zero estacionado nas zonas definidas pela Emov.

Para Portugal, ainda não foram divulgados preços, mas se assumirmos que serão iguais aos praticados em Madrid, a tarifa-base será de 24 cêntimos por minuto.

Em comparação, a Drive Now tem uma tarifa mínima de 29 cêntimos, apesar de recentemente a marca ter lançado uma promoção dos mesmos 24 cêntimos/minuto para alguns veículos identificados com o símbolo ‘%’.

Ainda assim, e no teste que fizemos à app para comprovar esta situação, fpo impossível encontrar qualquer automóvel com este desconto associado.

A CityDrive, que na altura em que escrevemos este artigo tinha o serviço em baixo, também não consegue ser mais barata que a Emov: 29 cêntimos por minuto na primeira hora e 25 nas seguintes.

Contudo, é importante reforçar que a Emov ainda não tem preços oficiais definidos para Portugal e que os 24 cêntimos referidos é o preço praticado em Madrid, a única cidade onde a plataforma está verdadeiramente activa e a funcionar.

Como são os automóveis da Emov, os Citroën C-Zero?

Emov Madrid
O Citroën C-Zero é a versão eléctrica de um modelo de carro igualmente usado pela Peugeot (iOn) e pela Mitsubishi (iMiev). Os três são iguais e apenas se diferenciam, no exterior, pela mudança do logótipo da marca.

No interior, o automóvel é bastante minimalista mas, ainda assim, tem um sistema Bluetooth que permite ligar o smartphone ao sistema de som e carregar a bateria do mesmo.

Em Portugal, os C-Zero vendidos pela Citroën têm um motor eléctrico de 49 kW (67 cavalos) alimentado por uma bateria de iões de lítio de 14,5 kW/h. A velocidade máxima é de 130 Km/h e a autonomia, teórica e referida pela marca, é de 150 km. O preço base começa nos 30 647 euros.

EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish