Cinema português: Último Banho e Bem Bom lideram nomeações dos Prémios Sophia 2022

©CRIM / Bocalupo Films
©CRIM / Bocalupo Films

Já são conhecidos todos os nomeados para a edição de 2022 dos prémios que distinguem o melhor do cinema português. Último Banho e Bem Bom têm indicações em quase todas as categorias.

O Último Banho (um filme sobre um drama familiar que marca a estreia de David Bonneville em longas-metragens; na foto de destaque) e Bem Bom (sobre a história das Doce, de Patrícia Sequeira) são os filmes que têm mais nomeações para os Prémios Sophia 2022: treze e doze, respectivamente.

Logo a seguir, estão Terra Nova (nove), Sombra e O Som Que Desce da Terra (ambos com oito); Diários de Otsoga e A Metamorfose dos Pássaros (o filme que a Academia Portuguesa de Cinema indicou aos Óscares) estão na corrida aos Prémios Sophia com cinco nomeações.

©RTP | Bem Bom
©RTP | O biopic da Doce ficou no top 20 dos filmes mais vistos em 2021.

Na categoria de Melhor Série/Telefilme, estão nomeados Pôr do Sol (a telenovela da RTP), Glória (a primeira série portuguesa produzida pela Netflix), Auga Seca (série luso-galega) e Até Que a Vida Nos Separe (série da RTP que entrou recentemente na Netflix).

Na sessão onde foram anunciados os nomeados, foi ainda revelado o Prémio Sophia Carreira: o cineasta e produtor cinematográfico de animação Abi Feijó, num ano que que a cerimónia vai precisamente ter este tema – o cinema de animação nacional.

©Primeira Idade
©Primeira Idade | A Metamorfose dos Pássaros, o filme que foi indicado pela APC aos Óscares, só tem cinco nomeações.

Como é habitual, a Academia Portuguesa de Cinema entregou os prémios de Melhor Cartaz (Paraíso), Melhor Trailer (A Metamorfose dos Pássaros), Melhor Filme Europeu (Druk) e o Nico (Bárbara Branco, Catarina Vasconcelos, Ivan Neskov e José Condessa).

Esta é a lista completa de nomeados para os Prémios Sophia 2022:

Melhor Filme
Bem Bom
O Último Banho
Sombra
Terra Nova

Melhor Realização
Bruno Gascon – Sombra
Catarina Vasconcelos – A Metamorfose dos Pássaros
David Bonneville – O Último Banho
Patrícia Sequeira – Bem Bom

Melhor Argumento Original
Cucha Carvalheiro, Filipa Martins e Patrícia Sequeira – Bem Bom
David Bonneville e Diego Rocha -O Último Banho
Filipa Poppe e Joana Andrade – O Som Que Desce na Terra
Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes e Mariana Ricardo – Diários de Otsoga

Melhor Actor
José Condessa – O Som Que Desce na Terra
Martim Canavarro – O Último Banho
Miguel Borges – Terra Nova
Pedro Lacerda – Terra Nova

Melhor Actriz
Ana Moreira – Sombra
Anabela Moreira – O Último Banho
Gabriela Barros – O Som Que Desce na Terra
Lia Carvalho – Bem Bom

Melhor Actor Secundário
Eduardo Breda – Bem Bom
João Jesus – O Som Que Desce na Terra
João Nunes Monteiro – Diários de Otsoga
Raimundo Cosme – Sombra

Melhor Actriz Secundária
Ana Cristina Oliveira – Sombra
Margarida Marinho – O Som Que Desce na Terra
Margarida Moreira – O Último Banho
Sara Carinhas – Bem Bom

Melhor Documentário
A Metamorfose dos Pássaros – Catarina Vasconcelos
Prazer, Camaradas – José Filipe Costa
Paraíso – Sérgio Tréfaut
Serpentário – Carlos Conceição

Melhor Direcção de Fotografia
Luis Branquinho – Terra Nova
Paulo Castilho – Sombra
Paulo Menezes – A Metamorfose dos Pássaros
Vasco Viana – O Último Banho

Melhor Montagem
A Metamorfose dos Pássaros
Sombra
Diários de Otsoga
Bem Bom

Melhor Som
A Metamorfose dos Pássaros
O Último Banho
Bem Bom
Diários de Otsoga

Melhor Banda Sonora Original
Filipe Goulart e Milton Nuñez Mora – Sombra
Hugo Leitão – Serpentário
José Alberto Gomes e Jonatan Blati – O Último Banho
Nuno Côrte-Real – Terra Nova

Melhor Direcção Artística
Diários de Otsoga
O Último Banho
Terra Nova
Bem Bom

Melhor Efeitos Especiais/Caracterização
O Último Banho
O Som Que Desce na Terra
Bem Bom
Terra Nova

Melhor Guarda-Roupa
O Som Que Desce na Terra
O Último Banho
Bem Bom
Terra Nova

Melhor Maquilhagem e Cabelos
Bem Bom
O Som Que Desce na Terra
Terra Nova
O Último Banho

Melhor Curta-Metragem de Ficção
A Rapariga de Saturno – Gonçalo Almeida
Cabra Cega – Tomás Paula Marques
O Lobo Solitário – Filipe Melo
We Won’t Forget – Edgar Morais e Lucas Elliot Eberl

Melhor Curta-Metragem de Documentário
Eunice ou Carta a uma Jovem Actriz – Tiago Durão
Saudade – Tiago Iúri & Sandra Duarte Cardoso
Sopro – Pocas Pascoal
Timkat – Ico Costa

Melhor Curta-Metragem de Animação
A Menina Parada – Joana Toste
A Mulher do Médico – Bruno Simões
O Macaco – Lorenzo Degl’Innocenti e Xosé Zapata
O Voo das Mantas – Bruno Carnide

Prémio Sophia Estudante
Borderline – Leonor Rocha Oliveira (Universidade Lusófona)
Ímpar – Laura Pires, Laura Equi e Marta Ribeiro (Universidade do Algarve)
Os Magalhães – Marco Bártolo (ESMAD)
Punkada – Gonçalo Ferreira (Universidade Lusófona)

Melhor Série/Telefilme
Até Que a Vida Nos Separe
Pôr do Sol
Auga Seca
Glória

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].