É Um Restaurante volta abrir ao público com uma nova carta onde “vivem” patos, raias e javalis

©É Um Restaurante
©É Um Restaurante | Açorda de Camarão com Tomate e Algas

O projecto solidário da Associação Crescer em parceria com o chef Nuno Bergonse, que emprega pessoas que «estão ou estiveram em situação de sem abrigo», volta a servir almoços e jantares.

Depois de um período de quase dois anos em que o É Um Restaurante esteve apenas a doar refeições a sem-abrigo de Lisboa, o espaço reabre ao público com uma nova carta e uma sala remodelada.

No menu, que continua dividido por entradas, sugestões para partilhar, pratos principais e sobremesas, o destaque vai para a Raia com molho de curcuma, esmagada de batata e acelgas; para o Pato assado com molho barbecue, cevada e tubérculos; e para a Feijoada de Javali, com preços entre os 14 e os 16 euros.

Para partilhar, Nuno Bergonse e David Jesus (o outro chef do restaurante) têm Rissóis de berbigão e salicórnia; Sopa de castanha com aipo e uvas tintas; e Peixinhos da horta com molho tártaro (entre 4 e 6,25 euros).

©É Um Restaurante
©É Um Restaurante | A sala renovada do restaurante tem trinta lugares.

Nas sobremesas, há apenas três opções: Pudim de azeite e mel com sorvete de tangerina; Mousse de chocolate com amêndoas; e Churros com molho de caramelo (4 a 4,5 euros). Segundo o chef, este novo menu continua a seguir o conceito de ser «simples em termos de tecnicidade» e, ao mesmo tempo, «original e sofisticado».

O É Um Restaurante fina no n.º 56 da Rua de São José, em Lisboa (Avenida da Liberdade) e está aberto de Terça a Domingo, para almoços e jantares. As reservas podem ser feitas pelo 215 968 325. A nova carta pode ser vista aqui.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].