O Botanista mudou de nome. No novo Orteá – Vegan Collective há queijos vegetais e kombucha artesanal

©Orteá
©Orteá

Na nova vida do Botanista como como Orteá – Vegan Collective, há uma mercearia chamada Pistácio, uma queijaria artesanal e uma produção de kombucha.

Três anos depois de ter aberto na zona do Cais do Sodré, o Botanista reinventou-se e tem um novo nome: Orteá – Vegan Collective. O conceito, criado por Catarina Gonçalves, continua a ser baseado em opções vegetarianas, mas agora com mais três ofertas além do restaurante/pastelaria.

No Orteá – Vegan Collective há também a queijaria artesanal Eva, a produção de kombucha Era e a mercearia Pistácio com venda a granel e opções de produtores locais; em breve, Catarina Gonçalves promete a abertura de um bistrô.

©Orteá
©Orteá

O restaurante continua a ter uma carta dominada pelos pratos plant-based, onde o destaque da marca vai para o parto Notas de Viagem (quinze euros): «Lombo de tofu com crosta de sésamo e escamas de tempeh, acompanhado por puré de millet e cenoura, espargos e redução de frutos vermelhos em vinho tinto», descreve o Orteá.

Este espaço vegan friendly fica no número 19 da Rua Dom Luis (aberto de Segunda a Sexta entre as 12 e as 23 horas; Sábado e Domingo, das 11 às 23), em Lisboa. Para reservas pode usar o telefone 936 217 616.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].