Tacos, sushi, trufas e vieiras: o Wabi Sabi é o novo restaurante japonês de Lisboa com preços acessíveis

©Wabi Sabi
©Wabi Sabi

Com uma carta sem pratos acima dos vinte euros, o Wabi Sabi aposta em «ingredientes de excelência a preços acessíveis». O restaurante abriu em Benfica, com o sushiman Francisco Duarte.

O Wabi Sabi é um dos mais recentes restaurantes japoneses em Lisboa, com uma carta que vai desde as clássicas peças de sushi (sashimi, gunkans, temakis) aos tacos e as gyozas.

Os preços são «acessíveis», com os partos a custarem em média dez euros. A opção mais cara da carta é um combinado osomake (gunkans, nigiris, sashimis e makis) com 22 peças, por dezoito euros, a escolha do chef.

Francisco Duarte é o homem (ou, melhor, sushiman) do “leme” do Wabi Sabi: a ideia foi criar uma «experiência de sushi diferente», que resulta do «acto de cozinhar com tempo, dedicação e amor». O chef passou pelos restaurantes Sushi Shop, Miss Jappa, Yakuza e Home Sweet Sushi.

Gunkans com vieira e trufas

Francisco Duarte arrisca na carta com pratos de sushi que incluem «vieiras, trufa ou ovo de codorniz». Nas entradas, as sugestões do sushiman incluem as gyozas de frango com cebolinho e teryaki e o taco de ceviche e guacamole.

©Wabi Sabi
©Wabi Sabi | Os gunkan trufados (seis peças) custam 9,90 euros.

Depois, temos os combinados de várias peças de sashimi, entre cinco e quinze; os gunkans trufados ou com vieira e os temakis de salmão – ambos com versões vegetarianas. Para a sobremesa, há apenas uma opção: mochis, os clássicos bolinhos de arroz com gelado de chá verde ou de sésamo.

O Wabi Sabi fica no 261 A da Estrada de Benfica (ao lado do Jardim Zoológico) e está aberto das 12 às 22:30 todos os dias (excepto à segunda-Feira. Para reservas pode usar o número de telefone 218 252 381; a alternativa é pedir delivery pelas apps Uber Eats, Glovo e TakeAway.com.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].