Visão, paladar, olfacto e audição. A experiência gastronómica 4D senta-se à mesa do Salta

©Salta
©Salta

Salta, o novo restaurante de Lisboa, é um nome inspirado na história dos povos da América. Além da promessa de uma experiência 4D, há uma viagem para fazer entre dois continentes.

Salta é a abreviatura de Saltapatrás, «uma das castas que compunham a classificação de povos na América, durante a Colonização Espanhola», explicam Tomaz Reis, Mo Lisbona, Pedro Lopes e Rafael Almeida, os criadores do conceito deste novo restaurante de Lisboa.

A ideia é passa por oferecer uma «experiência gastronómica sensorial» entre dois continentes, cuja cozinha serve de base à carta do Salta: Ásia e América Central. Esta ‘experiência sensorial’ tem como base quatro (4D) dos cinco sentidos – visão, paladar, olfacto e audição, com o tacto a ficar de fora desta ‘viagem’.

©Salta
©Salta

Os destaques da carta são os Tacos de Pato à Pequim, o Ceviche de Vieiras Japonesas e o Mini Pork Belly. No Salta há ainda um bar com cocktails, alguns deles criados para fazer pairing com os pratos do Salta, como o Gohantini (uma versão do Dry Martini) com gin Nikka Coffey, infusão de arroz basmati, algas Nori e vermute seco.

A sala do restaurante serve ainda de galeria de arte, como quadros e outras peças cujo artista vai mudando a cada «um ou dois meses». O Salta fica no 82A da Rua Rodrigo da Fonseca (na zona do Ritz, Marquês de Pombal). Para reservas, e para já, apenas estão disponíveis o email [email protected] e as mensagens directas pelo Instagram.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].