Na reabertura ao público do Teatro Nacional D. Maria II vamos matar fascistas e ter tempo para reflectir

©Pedro Macedo
©Pedro Macedo

De acordo com o plano de desconfinamento, teatros e cinemas reabrem a 19 de Abril. O D. Maria II já tem programas para esta “reentrée” de Primavera.

Quando os teatros reabrirem, a 19 de Abril, o D. Maria II tem duas peças para ver logo nos dois primeiros dias, na Sala Garrett e na Sala Estúdio.

O primeiro espectáculo é Catarina e a Beleza de Matar Fascistas, com António Fonseca, Beatriz Maia, Isabel Abreu, Marco Mendonça, Pedro Gil, Romeu Costa e Rui M. Silva.

Esta peça, com encenação de Tiago Rodrigues, conta ainda no elenco com Sara Barros Leitão, precisamente a primeira vencedora do Prémio Revelação Ageas Teatro Nacional D. Maria II. Catarina e a Beleza de Matar Fascistas fica em cena até 26 de Abril.

©Daniel Matos
©Daniel Matos | Tempo para Reflectir desafia a pensar sobre a vida e a morte.

No dia 20 (e até 2 de Maio), é a vez de a Sala Estúdio receber Tempo Para Reflectir, um espectáculo de Ana Borralho e João Galante que propõe pensar sobre «a morte em vida, sobre morrer e voltar a viver, como uma experiência fora-do-corpo».

Os bilhetes ainda não estão disponíveis para compra, mas devem ser colocados às vendas nos próximos dias nos locais habituais. Para dúvidas ou informações pode ligar para o 800 213 250 ou enviar um e-mail para o Teatro D. Maria.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].