Curtas-metragens de animação com dedo português podem estar a caminho do Óscares

©Alexandre Siqueira
©Alexandre Siqueira

Depois de Vitalina Varela, que poderá entrar na lista de nomeados para Melhor Filme Internacional dos Óscares, há três produções com participação nacional na corrida.

Altötting, Purpleboy e Elo são as três curtas-metragens de animação ligadas a Portugal que podem entrar na lista de nomeados dos Óscares 2021 desta categoria. Em 2020, já tinha havido um filme português na mesma situação: Tio Tomás e a Contabilidade dos Dias.

Elo (realizado por Alexandra Ramires) é uma co-produção luso-francesa e ganhou o prémio de Melhor Filme de Animação na edição de 2020 do festival Curtas de Vila do Conde. Purpleboy (de Alexandre Siqueira) também é um vencedor: ganhou o grande Prémio do Anima 2020, em Bruxelas.

O outro filme, Altötting, não foi realizado por um português (é do alemão Andreas Hykade), mas é uma co-produção de Portugal, Alemanha e Canadá. Como Elo e Purpleboy, também tem um galardão no currículo: o Grande Prémio do Cinanima, ganho no Festival de Animação de Espinho 2020.

Como Vitalina Varela, estes três filmes serão analisados pelos membros da Academia de Cinema dos EUA – os nomeados para todas as categorias serão conhecidos a 15 de Março.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].