Sabe o que é crowdshipping delivery? A Shopopop chega a Portugal para ser a BlaBlaCar das entregas

©Shopopop

A ideia da Shopopop é dar a oportunidade a qualquer um de ser um “comprador” (shopper) com horários flexíveis e entrega em automóvel próprio.

As compras online nos supermercados, com entregas em casa, dispararam com o confinamento e até houve serviços que se reinventaram para entrar neste mercado – exemplo disso foi o 360Hyper.

Este conceito baseia-se em shoppers particulares que fazem compras nas lojas Recheio e as entregam em casa. Os shoppers são também a “base” das compras online do Mercadão e agora há um novo player que se prepara para entrar em Portugal e que vai permitir que qualquer pessoa se torne um “comprador”, para ter um rendimento complementar, ao fim do mês.

O conceito é semelhante ao da app BlaBlaCar, em que nos podemos registar para dar boleias a outras pessoas, tendo em conta as viagens que fazemos.

Entregas colaborativas: o conceito da Shopopop

A Shopopop é aquilo a que se chama uma app de ‘crowdshipping delivery’ (entegas colaborativas), em que várias pessoas estão disponíveis para, com uma lista de produtos entregue por um ponto de venda, irem até um supermercado ou outra loja de retalho, fazer as compras; depois, com o seu próprio automóvel, entregam-nas em nossa casa.

Para entrar na rede da Shopopop é preciso fazer uma inscrição na plataforma (como acontece na BlaBlaCar, com as boleias), mas isto ainda não está disponível em Portugal – a empresa vai começar a fazer o projecto-piloto na segunda quinzena de Outubro. A app que vai ligar os shoppers inscritos aos pedidos dos pontos de venda parceiros também chega no mesmo mês.

©Shopopop
©Shopopop | O logótipo da marca francesa mostra um canguru com um saco de compras.

Esta empresa nasceu em França, em 2016, e em 2020 começou a chegar a outros países de Europa: Itália foi o primeiro, em Junho; agora a Shopopop entra em Portugal e na Bélgica. «A nossa missão é simples: ligar supermercados aos shoppers – uma comunidade de particulares disponíveis para fazer entregas ao domicílio, aproveitando os seus percursos e rotinas diárias», diz João Sanches, country manager da Shopopop, ex-director de marketing da Zomato.

«Acreditamos que a combinação da tecnologia e da disponibilidade dos particulares para fazer entregas são os ingredientes-chave para o sucesso da Shopopop. Somos uma solução mais sustentável para o planeta, com garantia de entrega rápida e a baixo custo», garante João Sanches.

©Shopopop
©Shopopop | A versão portuguesa do site já está disponível, com explicações sobre o conceito.

Como é habitual neste tipo de serviço, há uma taxa de entrega que é cobrada e onde uma percentagem é entregue ao shopper; o cliente pode ainda acompanhar tudo em tempo real e fazer o pagamento via app – estará ainda disponível um sistema de rating para classificar o desempenho do shopper e da qualidade do serviço. Os preços começam nos quatro euros e depois variam em função da distância da entrega e do número de volumes, nesta caso, os sacos das compras.

O site nacional da Shopopop já está online, com várias explicações sobre o modo de funcionamento do serviço; para já, ainda não há uma data concreta da disponibilização em Portugal. No mesmo site, os pontos de venda interessados em contar com os shoppers da Shopopop têm um formulário onde podem pedir mais informações sobre este serviço.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].