Línguas Bacalhau ©Broa
Línguas Bacalhau ©Broa

Um restaurante para ficar com a Broa? É o novo espaço do chef Heitor de Melo na Foz do Porto

Heitor de Melo é um nome conhecido no Porto. O chef abriu o primeiro restaurante em 1989, o Porta Nobre, na Ribeira do Porto e agora diz que está de volta ao seu «porto de abrigo», com a abertura do Broa.

Fica na margem do Douro, na zona da Foz Velha (Lordelo), e assume-se como uma «casa portuguesa, com certeza», como na música de Artur Fonseca, celebrizada por Amália Rodrigues, onde está sempre «pão e vinho sobre a mesa». Ou, neste caso, Broa.

Segundo Heitor de Melo, o novo restaurante vai servir a «verdadeira comida portuguesa tradicional, daquela que se encontra em tascas genuínas, mas servida com toda a comodidade de um restaurante, embora sem pretensões».

Ao fim-de-semana, o Broa tem Cozido e Cabidela

Depois de ter aberto o seu primeiro espaço na Ribeira, o Porta Nobre, o chef diz que está de volta ao seu «porto de abrigo» para recriar tradições: «O que me dá mais gosto é fazer comida tradicional portuguesa, como só encontramos em casa das nossas avós».

A viagem a esta “comida de conforto” começa com nas entradas com Sopa à Portuguesa (2,50 euros), Pastéis de Massa Tenra (6 euros) e as Línguas de Bacalhau em Piripiri (12 euros) e segue logo para os pratos principais onde vamos encontrar alguns clássicos.

O chef Heitor de Melo sugere os Filetes de Polvo com Arroz do Mesmo (na foto em cima, 18 euros), a Língua Estufada com Puré de Batata, Ervilhas e Cenoura (12 euros), o Bacalhau no Forno com Broa, Grelos e Batata Assada (16 euros) e um que não podia mesmo faltar: Tripas à Moda do Porto (12 euros).

Estas são as propostas do Broa para o menu semanal, mas ao fim-de-semana, o restaurante tem opções especiais: Cozido à Portuguesa, o Cabrito, o Arroz de Cabidela e o Bacalhau à Gomes de Sá.

Menu Executivo do Broa fica por 9,50 ou 11,50 euros

Nas sobremesas, o conceito da cozinha tradicional portuguesa reflecte-se nas propostas da «típica doçaria conventual» feita no restaurante: há Pudim Abade de Priscos (foto em baixo, 5 euros) e o Leite Creme (4 euros).

Ao almoço, o restaurante tem disponível um menu executivo por 9,50 euros (com entrada ou sobremesa, prato, bebida e café); por mais dois euros, por ficar com entrada e sobremesa, não precisando de escolher entre uma delas.

O Broa abre das 12 às 15:30 para almoços e das 20 às 20:30 para o jantar: as excepções são as Quarta-Feiras (em que está fechado) e os Domingos, ao jantar. Para reservas pode usar o número 308 801 329.

O Restaurante encontra-se aberto todos os dias das 12h às 15h30 e das 20h às 23h30, exceto à 4ª feira (descanso semanal) e Domingo ao jantar, podendo desfrutar de um almoço ou jantar no espaço interior ou no terraço coberto.

Broa Restaurante Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].