Kapten Electric

Braga e Guimarães já são Kapten. E ainda há a promessa de 800 automóveis eléctricos para 2020

por • 19 Novembro, 2019 • Mobilidade AlternativaComentários fechados em Braga e Guimarães já são Kapten. E ainda há a promessa de 800 automóveis eléctricos para 2020590

A Kapten alargou a sua área de cobertura a Guimarães e Braga (a Uber tinha entrado em ambas). Além disso, a marca anunciou ainda um objectivo para 2020: ter até 800 automóveis eléctricos, em Portugal.

O Minho passou a estar no mapa da Kapten. A empresa de TVDE anunciou a chegada a Braga e a Guimarães; na primeira cidade, a Uber entrou em Janeiro de 2018, à boleia de um jogo de futebol, e no Berço de Portugal, chegaria dois meses mais tarde, em Março.

Desta vez é a Kapten a alargar os horizontes e a ficar também disponível nesta duas cidades do Norte, depois de já ter chegado ao Porto, a Gondomar e a Vila do Conde.

O total de motoristas nesta região é, agora, de dois mil; com a entrada de Braga e a Guimarães, a Kapten quer «duplicar o volume de viagens a Norte»; actualmente, a empresa de TVDE está em quinze cidades portuguesas.

Kapten vai dar 500 mil euros em incentivos aos motoristas

Depois do anúncio das novas zonas de cobertura, a Kapten revelou um objectivo a curto prazo, relacionado com a sua frota: convencer as empresas de motoristas a ter automóveis eléctricos. O objectivo da marca é tronar-se a «plataforma eco-friendly líder no sector de TVDE».

Para isso, a Kapten vai dar incentivos de mais de quinhentos mil euros aos parceiros para que comprem ou aluguem automóveis eléctricos. Além disso, a marca quer também dar «prémios de desempenho» em viagens neste tipo de veículos e dar «descontos em carregamentos» aos motoristas/empresas.

Os clientes também vão ter incentivos para pedir um Kapten eléctrico: a marca quer oferecer a «mesma tarifa do serviço standard» e também prevê dar «descontos que ajudem à mudança gradual de hábitos dos utilizadores».

O terceiro pilar da estratégia eléctrica da Kapten para 2020 será a parceria com a rede de postos de carregamento MobiElectric (não confundir com a Mobi.E) que além de ter pontos em Lisboa, também está no Porto e precisamente em Braga, onde a marca acaba de chegar.

Até oitocentos automóveis eléctricos em meados de 2020

Para já, os objetivos são ambiciosos: a Kapten quer que os seus motoristas tenham entre setecentos e oitocentos automóveis eléctricos até meados de 2020 (actualmente, cerca de trezentos carros já não têm motores de combustão – opção ‘Electric’, na app) e conseguir «20% de viagens totalmente eléctricas até o segundo trimestre de 2020».

Em Portugal, a Uber e a Bolt também têm automóveis eléctricos disponíveis para pedir na app: em ambas, a opção chama-se ‘Green’ e pode ser escolhida depois de introduzido o destino; já na Free Now (plataforma de táxi), a alternativa chama-se ‘Eco’.