Bruce Lee
Bruce Lee

Bruce Lee – O Guerreiro Interior. Aí está o primeiro livro em português sobre o mago das artes marciais

Livros sobre Bruce Lee há muitos, mas em português Europeu este será mesmo um dos primeiros – senão, mesmo o primeiro. O Guerreiro Interior tem autoria de John Little e chega às livrarias em Novembro.

É, talvez, o mais influente praticante de artes marciais de sempre. Lee Jun Fan (que depois assumiu o nome Bruce Lee) nasceu em 1940, em São Francisco e morreu apenas com 32 anos (20 de Julho de 1973), na sequência de um edema cerebral. A carreira de Bruce Lee começou com apenas um ano, no filme Golden Gate Girl.

Foi em 1966 que a sua carreira começou mais a sério, com a participação na série Green Hornet, em que fazia o papel de Kato, o sidekick do protagonista. O primeiro filme norte-americano em que Bruce Lee apareceu foi Marlowe (1969), com um pequeno papel, onde fazia de vilão.

Bruce Lee: a desilusão nos EUA e o sucesso em Hong Kong

Descontente com a sua carreira “estereotipada” em Hollywood, Bruce Lee foi para Hong Kong, onde, sem saber, era uma estrela – a série Green Hornet teve um grande sucesso na China, onde tinha o nome ‘O Show do Kato’. foi isto que lhe valeu o seu primeiro papel como protagonista, em Big Boss – O Implacável (1971).

Este filme acabou por catapultar a carreira de Bruce Lee que começou a ser um herói das artes marciais, na Ásia. Em 1972, voltava ao grande e ecrã com Fist of Fury (O Invencível), que foi um sucesso ainda maior.

The Way of the Dragon (ainda em 1972) foi onde contracenou com Chuck Norris e The Game of Death foi o filme que nos deu uma das suas imagens mais icónicas – o fato amarelo com uma risca negra, que foi recriado por Tarantino e Uma Thurman em Kill Bill.

A produção que lhe acabaria por dar maior visibilidade internacional, na Europa e nos EUA, foi Enter the Dragon (O Dragão Ataca, 1973), produzido em conjunto com a Warner Bros. e que estreou seis dias depois de Bruce Lee morrer.

Além dos filmes, Bruce Lee era praticante de artes marciais: desde cedo começou a treinar Tai Chi, Kung Fu e Wing Chun. Com o passar dos anos e com o foco no estudo da disciplina, do exercício físico e da filosofia, acabou por criar uma nova arte marcial, o Jeet Kune Do – o modo de interceptar o punho.

O Guerreiro Interior é um livro de desenvolvimento pessoal

São vários os livros que se podem encontrar sobre Bruce Lee, mas em português Europeu este será mesmo o primeiro – ou, pelo menos, um dos mais importantes publicados até hoje. O autor é John Little (um canadiano especialista em Bruce Lee), até hoje a única pessoa autorizada pela família a ler todas as notas e escritos do actor.

Bruce Lee – O Guerreiro Interior (272 páginas) chega dia 5 de Novembro às lojas, mas já pode ser encontrado em pré-venda na Wook e na Fnac por 17,07 euros. Este livro reúne a «maioria dos seus textos filosóficos» que, até hoje, «estava apenas reservada aos que tinham acesso à biblioteca pessoal do legado de Bruce Lee», lembra a editora Self, responsável pela edição.

Com prefácio da ex-mulher Linda Lee Cadwell, O Guerreiro Interior promete contar «o lado mais desconhecido» de Bruce Lee e assume-se também como um manual de «desenvolvimento pessoal» que «enaltece as virtudes do autoconhecimento e o domínio de nós próprios», conclui a editora.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].