Lisbon Beer District vai festejar Dia de Reis com cerveja, petiscos e concertos grátis ao vivo

Um dos novos spots em Lisboa que tem atraído as atenções de quem gosta de cerveja e cultura vai organizar uma festa de Dia de Reis onde cerveja e música vão usar coroa o dia todo.

«Concertos, cerveja e muita tradição». Estas são as promessas da Festa de Reis do Lisbon Beer District, em Marvila, no próximo dia 6 de Janeiro.

Esta zona é a casa de três cervejeiras artesanais (Dois Corvos, Lince e Musa) e, nos últimos tempos tem sido casa de alguns eventos. O mais recente foi o Oktober Festa, em Outubro.

Desta vez, a celebração tem em vista o Dia de Reis e vai ter dez concertos ao longo do dia, entre as 14 horas e a meia noite, que vão ter lugar em cafés, galerias e espaços comerciais da zona.

No alinhamento musical da Festa de Reis do Lisbon Beer District estão Benjamim, Monday, Sallim, Chinaskee & Os Camponeses, Mighty Sands, Lavoisier, Calcutá, Brandos Costumes (DJ Set), Canta Marvila e o Grupo de Concertinas da Casa do Povo de Castro D’Aire.

Além dos seus próprios temas, todos vão ainda interpretar «temas do cancioneiro popular das Janeiras», diz a organização. Além da música, estão também prometidos petiscos tradicionais por parte dos restaurantes e cafés locais.

Com petiscos e música garantidos, só falta mesmo falar da bebida que, no lugar em questão, não poderia ser outra que não a cerveja. Nesta data especial, as cervejeiras criaram uma versão especial que vai ser dada à prova no Dia de Reis.

A criação é a Scotch Ale, uma cerveja «encorpada e escura, com um toque de doçura do malte e ideal para aquecer as almas e os corações», dizem os criadores.

Juntamente com a Scotch Ale do Lisbon Beer District (LBD), vai estar ainda à prova «mais de trinta cervejas à pressão», entre as quais as mais recentes criações criadas pelo LBD em conjunto com as brewers artesanais Oitava Colina, Chimera Brewpub e Cerveja Letra.

A Festa de Reis do Lisbon Beer District vai ter ainda um caracter solidário: o evento servirá também para recolher fundos para o apoio à actividade da Casa de São Vicente, uma IPSS instalada em Marvila que desenvolve trabalho com portadores de deficiência.

Para esta IPSS segue todo o lucro conseguido com a venda de copos e um euro por cada litro de cerveja comprada. Mas não é tudo: «Durante os concertos será ainda incentivada a doação de contribuições in loco, acompanhando o espíito da época e o fim solidário das prestações», sublinha a organização.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].