NOS Alive revela alinhamento de dia 6 de Julho do Palco NOS Clubbing

O cartaz do palco principal pode já estar fechado há muito tempo, mas continuam as novidades ligadas ao festival de Algés. Desta vez, a Everything Is New anuncia o alinhamento do Palco NOS Clubbing, para o primeiro dia do evento.

Nem só de palco NOS ou palco Heineken se faz um festival – e, por vezes, a festa ou as descobertas estão marcadas para o palco Clubbing. O alinhamento do primeiro dia para este palco teve a curadoria a cargo do radialista e director da rádio Oxigénio, Carlos Cardoso. De acordo com a organização do evento, o alinhamento proposta viaja pelas «sonoridades vanguardistas do hip-hop, do soul e da electrónica».

Assim, os nomes confirmados são Rita & O Revólver, Jessy Lanza, Batida, Karlon, Niles Mavis, Wack, Antonio Bastos e um DJ set de Carlos Cardoso, a terminar a noite.

Cabe à banda Rita & O Revólver inaugurar o palco Clubbing, nesta que é a 11.ª edição do NOS Alive. A banda está a preparar um EP, que antecederá o álbum de estreia desta banda que passa pelos ritmos funk, soul e grooves afro-latinos.

Em palco segue-se Wack, o quinteto que junta a musicalidade do jazz, à groove do funk e à força do hip-hop. Debaixo do braço, trazem os três EP.  Outro dos confirmados é Niles Mavis, vencedor do Dance Club Awards, na categoria de melhor DJ de hip-hop. Já colaborou com nomes como Micro, Bulllet, Dealema, The Legendary Tiger Man, Rodney P, Ruste Juxx, Anthony B, Sam The Kid ou Buraka Som Sistema.

Para apresentar o novo registo de originais sobe a palco o MC Karlon. Passaporti é o novo trabalho do músico e compositor, pioneiro do hip-hop crioulo em Portugal, tendo fundado em 1994 o grupo Nigga Poison (duo formado com Praga).

Do Canadá chega Jessy Lanza, com o seu disco de estreia, Pull My Hair Back, gravado em parceria com Jeremy Greenspan, dos Junior Boys – banda que esteve no NOS Alive, em 2016. Jessy Lanza já realizou digressões mundiais ao lado de nomes como Cut Copy, Caribou e Junior Boys.

Outro dos confirmados é Antonio Bastos. Para o NOS Alive’17, Antonio preparou um concerto onde convidou o multi-instrumentista Paulo Bastos da música do mundo, que vem mostrar que a tradição já não é o que era.

Quem também está confirmado no palco NOS Clubbing é Batida. Nascido no Huambo, em Angola, cresceu nos subúrbios de Lisboa e tem dividido a sua vida entre a produção musical, a rádio e o vídeo. Um dos maiores nomes da atualidade, Batida já pisou os mais importantes palcos mundiais e foi distinguindo pela imprensa internacional como Guardian, XFM ou a BBC1, onde foi apontado como “o disco a ouvir” por Gilles Petterson. Em 2016, deu que falar como um dos líderes da crew Batida, no Culture Clash da Red Bull.

Também já é conhecido o alinhamento do dia 8 de julho do Clubbing, que conta com nomes como Trikk, “10COTEXAS” The Discotexas Band (Moullinex, Xinobi, Da Chick), Switchdance, Mike El Nite, Marvel Lima, Mr. Herbert Quain, GPU Panic ou Ghost Wavvves. A curadoria é assinada pela Match Attack.

Cátia Rocha
Sonha ter um walk in closet desde pequenina, mas enquanto isso não acontece, contenta-se a coleccionar maquilhagem e anéis. Não consegue resistir a uma boa sobremesa e a um belo livro. Passa a vida a ouvir música e tem uma lista de todos os concertos que já viu.