Afinal, a Uber já existia em Lisboa há… 104 anos!

O Museu da Presidência da República partilhou na sua página de Facebook uma carta dirigida a Teófilo Braga pela Companhia de Carruagens Lisbonense onde oferecia um serviço que não nos é nada estranho…

Teófilo Braga tinha acabado de ser eleito Presidente da República Portuguesa quando esta carta lhe chegou ao gabinete a propor um serviço de ‘remise’ (palavra francesa que, neste contexto, significa ‘aluguer’) de automóveis de luxo.

A Companhia de Carruagens Lisbonense tinha, em 1912, acabado de adquirir «automóveis exclusivamente reservados ao serviço de remise» e criou «tarifas» especiais para os mesmos.

O mais insólito é que, há 104 anos, este conceito parece exactamente igual ao que a Uber fornece hoje em dia. Na carta pode ler-se que os «automóveis de luxo» ofereciam, por um «preço reduzido», «todas as comodidades e o prazer de um carro próprio», «fazendo o serviço por hora ou por kilometro», de acordo com a preferência do Presidente da República.

E, já nesta altura, eram apontadas críticas aos táxis, na altura conhecidos como ‘automóveis de praça’: «nem sempre estão disponíveis e não offerecem os encantos e a comodidade de um carro particular ou de remise».

Como há cem anos não havia smartphones e apps, a forma de pedir um destes automóveis de luxo de remise era simples: bastava ligar para o número de telefone… 35 e pedir um. Mas com uma salvaguarda: se fosse aos domingos ou feriados, o pedido teria de ser «feito com a necessaria antecedencia».

Tal como pergunta o Museu da Presidência da República no seu post do Facebook, também nós questionamos: «O que terão pensado os lisboetas, em 1912, desta inovação?».

companhia-de-carruagens-lisbonense
Toque ou clique na imagem para ver num formato de maiores dimensões.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].