Fontes Eco para fazer refill de água filtrada chegam a mais lojas Pingo Doce: preços começam nos 12 cêntimos

O objectivo da Eco é combater o uso de plástico: basta comprar uma garrafas ou garrafão da marca e encher com água nas máquinas eu estão no Pingo Doce.

A marca conhecida pelas suas garrafas azuis, que podem ser enchidas em Fontes de Filtragem, deve chegar a trezentas lojas Pingo Doce até final de 2022.

Já são 226, os supermercados Pingo Doce a terem disponíveis as fontes de água filtrada da Eco, que permitem fazer refill com as garrafas desta marca nacional.

A ideia passa por combater o uso de plástico: é apenas necessário comprar uma das duas garrafas (1,5 ou 3 litros, por 1,50 e 1,80 euros) ou o garrafão (6 litros, 3 euros), também no Pingo Doce, e depois usar as máquinas que estão nas lojas para encher com água.

Até final do ano, a marca quer estar em trezentas destas lojas Jerónimo Martins – para confirmar se um supermercado tem uma Fonte de Filtragem Eco, pode usar o localizador que está em ecowaters.pt.

Um refill de água custa oito cêntimos por litro – encher a garrafa mais pequena, de 1,5 litros, fica por doze cêntimos; em comparação, uma garrafa de água de 1,5 litros de marca própria do Pingo Doce é três vezes mais cara: 36 cêntimos.

@Eco
@Eco | Fazer um refill nas Fontes de Filtragem Eco custa 8 cêntimos por litro.

Como é natural, apenas podem ser usadas as garrafas Eco nestas fontes, sendo que o primeiro enchimento é grátis – para controlar isto, as operadoras de caixa colocam a pega numa garrafa, quando esta é adquirida pelo cliente.

Sobre o alargamento das Fontes de Filtragem a outras cadeias de supermercados, esta é uma realidade que não deve fazer parte dos planos da Eco. A marca diz que tem, em conjunto com o Pingo Doce, um «plano de expansão agressivo, no sentido de alcançar uma cobertura nacional com muita capilaridade». Em Espanha, contudo, a parceria é com o Carrefour.

Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].