Mental: a sexta edição do festival que nos ensinou a pôr a mão na consciência arranca esta semana em Lisboa

©Mental
©Mental

O mantra «Pensar, Falar, Agir e Reagir» volta a ser ouvido em Lisboa. São nove dias de filmes, debates e conversas sobre saúde mental.

Entre 19 e 27 de Maio, o Festival Mental volta a desafiar o público a pôr a mão na consciência e a despertar atenções para questões e realidades relacionadas com saúde mental, sem tabus. Este ano, o tema é ‘Medo, Direitos Humanos e Saúde Mental, Trauma e Superação’.

Nesta sexta edição, o Mental passa pelo São Jorge, Atmosfera M e Ferroviário, com as habituais sessões de filmes M-Cinema (com destaque para o filme português Alexandria), as conversas com o público M-Talks e o M-Debate, este ano com o tema Saúde Digital.

«Este foco na cultura é uma vertente essencial como grande aliada terapêutica da saúde mental, tanto na prevenção, como para ajudar a entender um Mundo de questões e problemas», diz Ana Pinto Coelho, directora do festival.

O programa do Festival Mental 2022 (os bilhetes estão à venda na TicketLine) conta ainda com as sessões de cinema e teatro Mental Jovem, dança (com o bailado bailado Vivências), literatura e o My Story My Song. Aqui, os «autores são convidado a escolher temas que os ajudaram a ultrapassar momentos mais difíceis» – no Ferroviário vai haver actuações de JP Simões e Luiz Caracol.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].