Árvore Europeia do Ano 2022 pode ser uma oliveira, uma melaleuca ou um plátano gigante português

©Câmara Municipal do Cartaxo
©Câmara Municipal do Cartaxo

Uma Oliveira Real plantada há 2225 anos, uma magnólia com oito metros de altura e o maior plátano nacional estão na corrida ao “título” de Árvore Europeia do Ano 2022.

No dia 6 de Janeiro de 2022, Portugal pode ter uma vencedora na iniciativa Árvore Europeia do Ano (Tree of The Year) da Environmental Partnership Association, uma organização ambiental fundada por seis países de Leste.

O País tem dez árvores a votação até dia 5 de Janeiro, entre elas a maior em Portugal do seu género, o Plátano Gigante da Quinta de Fôja (Figueira da Foz), com 263 anos e 34 metros.

Na corrida estão ainda três oliveiras, com destaque para a do Mouchão, em Abrantes, uma árvore com 7,5 metros e 3350 anos. A única candidata a Árvore Europeia do Ano 2022 das regiões autónomas é o Metrosídero do Campo de São Francisco (18 metros, 125 anos).

Neste momento, a árvore que está à frente é a Melaleuca Armilaris (Quinta das Pratas no Cartaxo), com 2389 votos, seguida muito de perto pela Sobreira Grande (Alentejo), com 2387. As votações podem ser feitas aqui.

Ricardo Durand
Começou no jornalismo de tecnologias em 2005 e tem interesse especial por gadgets com ecrã táctil e praias selvagens do Alentejo. É editor do site Trendy e faz regularmente viagens pelo País em busca dos melhores spots para fazer surf. Pode falar com ele pelo e-mail [email protected].